Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Cerca das 8.25 chovia – como aconteceu durante toda a noite - e estavam no PR, devidamente recolhidos da chuva no TT laranja do RG, três TSF aos quais vieram a juntar-se num ápice mais dois o que já perfazia cinco. Número satisfatório, se tivermos em consideração o factor de desmobilização que era a chuva, mas muito distante dos vinte e seis da semana passada quando o sol raiava.

Eram pouco mais de 8.30 quando o nosso Director passou para desejar a todos um bom passeio o que veio a constituir um excelente augúrio do que se passou ao longo de toda a manhã até às 12.45.

Antes da partida acabou por chegar o NC, convidado especial de RF, e ainda um sétimo elemento que apareceu e pediu para se juntar ao grupo.

Como o tempo não estava de feição para trilhos duros ficou decidido aceitar a sugestão de AL e rumar para os lados de MOUR(at)OS.

Saímos pelo POLIS e subimos o famoso single de Santa Clara após o que rumámos à Mata de Parceiros e passámos junto ao cemitério numa descida que se ia revelando problemática para AL que, a dada altura e porque a velocidade em descida fosse superior à aderência e capacidade dos pneus (e habilidade) decidiu escolher o poiso e… poisar depressa.

O fotógrafo vinha lá mas desarmado. Continuámos em ritmo muito cuidadoso e alguns elementos do grupo saíram do trilho completamente “lavrado” pelos praticantes de Moto-quatro usando uma espécie de “by-pass” a considerar noutras incursões futuras.

Percorremos alguns caminho de dificuldade razoável, tanto a descer quanto a subir, e desembocámos num “single” junto à moradia de JC (não confundir com Jesus Cristo) que se baldou ao passeio dominical por imposições de ordem familiar que o obrigaram a confeccionar umas boas iguarias no forno a lenha e a fazer pão. Lá voltaríamos mais tarde…

Dali, subimos num caminho completamente relvado, onde não podíamos saber muito bem onde podia surgir buraco e queda, atravessámos a Mata de novo, passámos pelo Picheleiro/Vale Frade e o último elemento que se tinha juntado a nós foi a vítima escolhida pelo tradicional furo de Domingo. Escusado será dizer que o AF tomou a liderança das operações e ultrapassámos o obstáculo. Retomámos o percurso num trilho durinho onde decorria um passeio organizado pelos Melgas de Amor e onde passaram uma porrada de prós por nós. Alguns ou tinham daquilo que tomou o americano que venceu sete vezes o tour ou acessório eléctrico nas bicicletas. Chegámos aos Mour(at)os e parámos em casa de AL para tomar café e algo mais.

Até aí AF só resmungava que todos os caminhos eram já conhecidos e que AL não estava a mostrar nada de novo. Fizemos sete quilómetros de seguida – estes sim desconhecidos de AF o que nem dá para acreditar! - até voltarmos a descer à casa de JC e fizemos um segundo reforço que o tempo não estava para brincadeiras. Bebemos uma pequena quantidade de néctar de Amarante bem fresquinho acompanhado de salpicão e pão do JC. Dali saímos com tal peito em direcção ao trilho de Santa Clara, no sentido descendente, que todos passaram a enlameada coisa com galhardia. Ouviam-se vozes no grupo que diziam qualquer coisa parecida com “o néctar de Amarante sobe num instante” e coisas assim mas não entendemos ainda porquê… Talvez JC (aqui, sim, Jesus Cristo) possa esclarecer-nos se quiser.

Quando estávamos a chegar ao fim, perante a ausência do relator principal que foi um dos vinte de domingo passado que hoje não pôde vir, determinou e mandou publicar AF que seria outro hoje o redactor que logo garantiu ir pugnar por algo com algum jeito. Não está certo que isso tenha sido garantido mas o nosso relator não vai faltar assim tantas vezes. Tenham paciência, pelo menos desta vez…

Alípio Lopes

Também em meo Kanal 490904

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 18:44


10 comentários

Sem imagem de perfil

De Cláudio Costa a 25.11.2012 às 19:15

Isto é que são amigos! Hoje, dia de Missa de Catequese da filha, o que condiciona a participação no BTT, só se vêem fotos de "comes e bebes". Inveja de não ter apanhado lama e outras coisas mais :-(
Parabéns pela crónica.
Sem imagem de perfil

De José Cardinhos a 25.11.2012 às 19:46

Sendo eu um dos que se baldou, a chuva e reunião familiar e o pé da minha esposa, teve algum peso na decisão, tive eu e a família o prazer dos corajosos TSF,s (alguns) nos fazerem uma visita, quero expressar os meus agradecimentos pela boa decisão. É este espírito de  amizade e de camaradagem que me faz cada vez mais dar graças ao dia, em que eu fui ter com os TSF,s e pedi se podia me juntar ao grupo, há decisões belíssimas. Que as nossas pernas nunca se recusem a pedalar,  para podermos durante muitos anos estarmos juntos e mantermos esta sã amizade, bem hajam.
Sem imagem de perfil

De José Cardinhos a 25.11.2012 às 19:48

......parabéns pela bela crónica Alípio.
Sem imagem de perfil

De Rui a 25.11.2012 às 20:21

O passeio parece ter sido bom, sobretudo pelo reforço. Pena não ter ido...
Crónica excelente e imagem super, como sempre.
Até
Sem imagem de perfil

De Artur Fernandes a 25.11.2012 às 22:54

Se o arrependimento desse para voltar para trás alguns voltavam enfim .
Voltam na próxima, afinal sempre estão com inveja será que é por não terem ido pedalar ou por não terem degustado o que os nossos amigos nos presentearam,café,digestivo,pão caseiro,queijo, salpicão, néctar de Amarante,enfim é melhor não criar mais água na boca...
Quanto ao paladar em si foi do melhor com muita chuva  pois as filmagens possíveis...
Voltem não se vão arrepender.  
Sem imagem de perfil

De Rui Leitão a 25.11.2012 às 23:08

Sem imagem de perfil

De DArmindo a 26.11.2012 às 08:39

Boas imagens e bom relato!

A minha atividade da fim-de-semana, mesmo sem bike, fez-me estar de molho no sábado e no domingo.
Boa semana!
Sem imagem de perfil

De Rogério Monteiro a 26.11.2012 às 12:22

Começo por dar os parabens ao novo redactor, pois tem muito jeito para a prosa.
Depois dar os mais rasgados elogios, aos trilheiros que com coragem e galhardia enfrentaram as condições atmosféricas adversas, e puseram bem alto o nome dos trilhos sem fim.
Sem imagem de perfil

De Rui Gaspar a 26.11.2012 às 12:45


Mais uma grande manhã de BTT com reforços de elctrolitos a deixar no bolso qualquer barrita ou gold nutricion.
A revelação de mais um TSF com jeito para contar as aventuras BTTistas deste fans de pedalar por trilhos da região, faça chuva ou faça sol.
Sem imagem de perfil

De Rui a 27.11.2012 às 20:26

As meias FALKE são mesmo boas!

Comentar post



Sobre nós

Neste blog um grupo de amigos irão falar das suas vivências tendo como fundo uns passeios de bicicleta. À conquista da natureza, ganhando saúde.

MEO Kanal


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Visitantes = 160.000 + ...


Os meus visitantes