Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




RESUMO DO PASSEIO DE 5-OUTUBRO-2010

por Trilhos Sem Fim, em 07.10.10

Às 8 horas do dia 5 de Outubro de 1910, José Relvas proclamou a República nos, Paços do Concelho em Lisboa, 100 anos depois, às 9.00 5 Trilheiros partiram para mais um passeio de BTT, no corpo tinham representada a bandeira de Portugal no Jersey dos TSF destino Rota dos Odores.
Às 10.00 paravam no quartel-general do Trilheiro Nelson Caçador, para degustar a famosa ginja e saborear uma belíssima fatia de Bolo de Cenoura, que sua amada Sofia tinha feito para o breakfast. Saciado o vício partiram em direcção ao pico mais alto desta rota, subiram e desceram, a meio do percurso um dos Trilheiros, que eu não digo o nome (DQuiaios) decidiu mergulhar nas águas pretas e mal cheirosas de uma poça que havia no meio do Pinhal e de quem foi a culpa deste incidente ??? Minha claro, que por acaso estava para aí uns 2km à frente ( ou menos).
Depois de umas belas gargalhadas partimos com um destino o park radical, subindo e descendo, entre cãibras e chiliques, mas com objectivo para acabar de cumprir. Às 12.30 estávamos na meta final, com passeio dado, exercício efectuado, 40 e picos km, altimetria sabe-se lá quanto, mas isso também não interessa…
Até domingo, é sempre um prazer !!!
(Nota: não há fotos porque a máquina não tinha rolo!!! O Sr. Director do grupo tambem pedalou pelas estradas da região, com objectivo Sudoex)
Cris

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 00:02

O céu cinzento e a chuva escassa com tendência a agravar não foi suficiente para demover os trilheiros da realização deste evento. Em 3 anos de realizações de eventos btt, nunca a chuva impediu os Trilhos Sem Fim de fazer o seu passeio dominical. Se alguém ainda tem dúvidas sobre a pouca influência do clima nas nossas realizações, fique claro que “só não haverá passeio se choverem picaretas”, como diz o Mota.

Sob alguns protestos pela hora tardia, saímos do local de reunião cerca das 9 horas. Após as hesitações iniciais sobre o percurso, decidimos subir até à Maunça. Fomos actualizando as informações da última semana, mas a crise nunca foi tema de conversa. A crise ainda não chegou à equipa. Hoje conseguimos elementos novos e o regresso de outros que tinham andado afastados.

Entrámos na Curvachia junto ao Vidigal, subimos até ao topo do bosque e descemos velozmente até à estrada do Soutocico. A chuva foi-nos abençoando com a sua presença. Afinal já tínhamos saudades de um passeio à chuva!

Com mais cuidado fomos trilhando os carreiros pejados de pedregulhos molhados, tentando evitar as quedas.

No meio da caravana suou um som estridente. Era dia de caça, provavelmente um tiro. Afinal foi um dos meus pneus que não aguentou a massagem dos muitos pedregulhos e resolveu estoirar!

A substituição de uma câmara de ar ou de um pneu é sempre motivo de troca de opiniões e de socialização do grupo. Quase desejo que haja mais furos!

Após o Vale Maior, o reforço alimentar bem merecido. Já no topo da serra, o vento forte, que soprava na direcção favorável, ajudou a concluir o percurso até ao marco geodésico.

Mirada a paisagem, iniciámos a descida veloz até às Fontes, não sem antes percorrer um single track que nos levou até à descida do Pé da Serra.

Ainda cedo, alguém sugeriu a ginga do Sérgio, mas tal não poderia acontecer. Corria-se o risco de prejudicar uma manhã mais romântica. :)

Das Fontes até Leiria tivemos a companhia da chuva, cada vez mais abundante, a fazer com que o banho de água bem quente fosse ainda mais desejado, para terminar uma manhã de Domingo bem passada, como estava previsto!

Rui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 16:22

Descida do Picoto na Sertã

por Trilhos Sem Fim, em 03.10.10

Amigos trilheiros, como constataram eu e o Máximo não vos acompanhámos hoje, mas não foi por ter medo da chuva. Deduzimos que ia chover pouco cá por Leiria, e decidimos, mesmo abdicando da excelente companhia dos restantes elementos dos Trilhos Sem Fim, ir apanhar chuva, vento e nevoeiro a sério, mas mesmo a sério.

Fomos com as nossas jerseys dos Trilhos Sem Fim, representar o grupo na descida do Picoto na Sertã. Bem, quando chegámos ao topo da serra e chegada a hora de sair dos autocarros, a malta só pensava, mas o que é que levará pessoas, supostamente de bom senso e na posse de todas as suas faculdades mentais a vir para aqui para cima num dia destes... Mas, seguindo o lema do "só se choverem picaretas" é que nos negamos, lá fomos nós serra abaixo. A paisagem deve ser bonita, a avaliar pelos poucos troços em que consegui ver alguma coisa, é que além do nevoeiro, os óculos estavam constantemente ou embaciados ou com chuva por dentro e lama por fora, pelo que na maior parte do percurso a paisagem resumiu-se à roda da frente e pouco mais...

Mas divertimo-nos claro, ainda pensámos que se calhar os nossos colegas lá por Leiria, não tem a sorte de ter um tempinho tão bom! Não caímos, tivemos só um furo! e chegámos inteiros, molhados, sujos e frios.

Até domingo, amigos trilheiros .

 

Cláudio Costa

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:58

A nossa Magui precisa de um transplante, mas também a Ju e tantas outras crianças e adultos. Podemos ter dentro de nós a chave para a sua esperança! Portugal é um país solidário e conta com uma das mais significativas bases de dadores, mas os que ainda não estão inscritos podem ter a Chave... Inscreve-te como dador! Dia 9 de Outubro em Leiria.

Clínica GlobalCare

Nova Leiria - Frente aos Jardins do Lis
Leiria, Portugal

 

Mais informações sobre Leucemia e sobre o processo de doação de medula óssea no site da associação Portuguesa Contra a Leucemia em www.apcl.pt

Rui

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:26

Pág. 2/2



Sobre nós

Neste blog um grupo de amigos irão falar das suas vivências tendo como fundo uns passeios de bicicleta. À conquista da natureza, ganhando saúde.

MEO Kanal


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Visitantes

Site Meter

Os meus visitantes