Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




 Lá partiram 3 trilheiros cheios de vontade de pedalar e de pôr a conversa em dia. Estava hoje um dia bem agradável , céu limpo, ao contrario dos últimos dias, mas nem por isso o pessoal apareceu?!!, mas é sempre um prazer pedalar e conversar, lá fomos até á Vieira, (e voltámos) sempre naquele caminho á beira do rio Lis, num ritmo constante, não que seja o caminho mais interessante, mas são 60 kms feitos com um prazer diferente daqueles pescadores que íamos encontrando á beira-rio, ou de outros que já preparavam os seus pic-nics naqueles bancos e "esconderijos" também á beira-rio, já perto da Vieira. Por falar em pescar,...hoje pescámos algures pelo mesmo caminho, mais um possivel futuro trilheiro, o Rogério, que já tinha sido convidado pelo Rui G., para se juntar á malta, mas ainda não tinha aparecido, fez-nos companhia sempre num ritmo invejável, (para quem dizia que andava pouco). Fica aqui o convite para se juntar ao grupo no próxima Domingo. O Artur teve ainda oportunidade de fazer uma aproximação rápida ao solo, ... dizia ele que estava distraído a olhar para um pescador montado numa lambreta que arrancava junto ao rio, já com a bolsa recheada de peixes para o almoço, (supostamente), é de acreditar porque não me lembro de ver nenhuma Sereia por aqueles lados e a Paula só tinha a bicla e lama do rabo para baixo Ficou aquele gostinho de quem fez desporto na companhia de amigos, numa bela manhã, ... bem melhor do que ficar em casa a fazer,..."qualquer coisa",..

Boas pedaladas, Leonel C

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:43

Curvachia: as quedas de água!

por Trilhos Sem Fim, em 24.04.11

Dois trilheiros resolveram passear-se pela Curvachia. Depois de uma manhã à procura de trilhos novos, encontraram uma queda de água!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:50

BTT e Geocaching, hoje foi dia de 2 em 1...

por Trilhos Sem Fim, em 22.04.11

Nove horas, Parque Radical, ponto de encontro oficial dos Trilhos Sem Fim, aos Domingos, Feriados dias Santos e não só... Mas onde estão eles todos, onde está aquele colorido de jerseys dos Trilhos Sem Fim, com as cores de Portugal para nos lembrarmos deste nosso belo Pais, e esquecermo-nos pelo menos durante o passeio de BTT, da existência dos senhores do FMI! Tinha de referir aqui os senhores do FMI, sobre pena de não parecer Português, pois nos dias que correm não se fala de outra coisa.
Depois dos 10 minutos de tolerância, partimos os 3 trilheiros presentes, cheios de vontade conversar, conviver e já agora de pedalar qualquer coisa. Tendo em conta o estado do tempo, e com as nuvens a ameaçarem-nos, partimos em direcção ao Zambujo, Cortes, com o intuito de percorrer os estradões que nos permitiriam chegar ao Alqueidão, Andreus, Garruchas. Quando estávamos nas Garruchas, olhei para o GPS e aproveitando o facto de os Geocachers estarem em maiorira, eu e o Pedro, lancei o desafio, prontamente aceite pelo nosso navegador de serviço e habitual repórter fotográfico, o Artur, que, contagiado pelo nosso entusiasmo do Geocaching, olhou para o mapa no GPS e traçou logo a rota para lá chegarmos. A meio do caminho, diz ele "já sei onde é, já lá passámos 2 ou 3 vezes em que o El GPS se enganou"!
Esta Geocache está perto de um enorme Carvalho (Quercus faginea) e a sua intenção é dar a conhecer esse mesmo carvalho e a importância de o preservar. Fica na Fonte Ferreira, perto do Reguengo do Fétal e é conhecido como o Carvalho do Padre Zé.
Esta árvore tem dezenas de metros de envergadura e o seu tronco tem mais de 6 metros de perímetro. Estima-se que terá entre 150 e 200 anos de idade.
Neste mesmo local existiu um outro carvalho, ainda maior do que este, que no início dos anos quarenta terá sido abatido para ser convertido em carvão.
Actualmente esta árvore é de vários proprietários, sendo um deles a Junta de Freguesia que pretende assegurar que este belo exemplar sobreviva e sirva de testemunho às gerações vindouras.

Depois de termos feito o registo no logbook, e apreciarmos a dimensão do carvalho, descemos até ao Reguendo do Fétal, e percorrendo trilhos já conhecidos de outros passeios, passámos ao lado das Torrinhas e regressámos a Leiria passando pelas Fontes.

Para aqueles que com medo da chuva não se aventuraram neste manhã e preferiram ficar no aconchego reconfortante do vale dos lençois, fiquem sabendo que chegámos cedo, ainda não era meio-dia, bem dispostos, com uma cache feita, e até para nosso espanto, secos, é verdade, o São Pedro colaborou e só quando estava a arrumar a bicicleta no carro é que começou a cair água com força, água essa que deve ter apanhado em cheio os outros trilheiros que estavam ainda a caminho de casa.
Quanto ao Graza e ao Máximo, perderam uma boa oportunidade de juntar as 2 actividades de que gostam, o BTT e o Geocaching, mas é para aprenderam, pois pelo que sei já tiveram "alta" médica, por isso toca a pedalar...

Fiquem bem e tenham uma Santa Páscoa.

track GPS aqui.

Cláudio Costa.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:30

Trilhos Sem Fim - os melhores trilhos!

por Trilhos Sem Fim, em 17.04.11

O céu limpo e o sol a brilhar convidavam a um passeio ao ar livre. A brisa suave amenizava o calor. Alguns minutos depois das 9 (10 minutos!!!) iniciámos o nosso passeio.

Teremos que ser mais rigorosos no horário pois cada minuto de espera é tempo perdido a pedalar.

Na entrada da Curvachia, perto do Vidigal, encontrámos El GPS que não se levantou da caminha a tempo de nos acompanhar desde o local oficial! Penetrámos no bosque seguindo o trilho que acompanha a ribeira. Aqui e acolá ainda restam alguns charcos que dificultam a passagem. Por vezes com a "menina" ao ombro fomos avançando.

Subimos os trilhos que habitualmente descemos, mas desta vez também foi bom testar a capacidade de trepar encostas! Ziguezagueámos pelos carreiros estreitos, com muitas subidas. Finalmente chegámos à Martinela. O Paiva aproveitou para degustar o cafezinho e pagar a conta. Despediu-se e foi-se.

Continuámos a subir até ao Arrabal, não sem antes alguém fazer uma aproximação rápida ao solo e amachucar o corpo. Nada de importante!

Depois do reforço alimentar dirigimo-nos ao carreiro novo que nos levou ao Vale Maninho. Fiz aquelas descidas na bike do Valter o que me poderá provocar sérios problemas, sobretudo na carteira! Aquilo não é uma bicicleta, é um avião!

Para complicar a volta, que até foi bem agradável, o cicerone resolveu levar-nos a escalar a parede que vai do vale para o Pé-da-Serra. Alguns subiram em cima da bike. Outros a seu lado!

A toda a velocidade descemos a encosta até às fontes do Lis, não sem antes fazer o single track que descobrimos recentemente. À última hora El GPS tirou da cartola mais um belo carreirito que desce do monte para a nascente do Lis. Não participei, mas quero fazê-lo no próximo passeio!

Percorremos, sem dúvida, os melhores trilhos da nossa área de passeios BTT.

Até 6ª feira!

Rui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 21:41

Trilhos Sem Fim - passeio de domingo

por Trilhos Sem Fim, em 10.04.11

Às 9h e no local habitual, reuniram-se os trilheiros do costume com algumas excepções, porque alguns mais aventureiros, e com pernas para isso, estavam a recuperar as energias gastas na dura prova de ontem lá para os lados do alentejo. Estão de parabéns esses TSF's, por nos terem ido representar e pelos resultados alcaçados, sobretudo por conseguiram acabar a prova, mas como não são de ferro, não conseguiram andar de BTT hoje.
Depois dos cumprimentos e das bocas do costume, rumámos direitos à Curvachia, este destino permite-nos fazer o aquecimento até entrar na mata e assim enfrentar melhor as subidas que nos esperam. Chegados ao cimo da Curvachia foi descer e entrar no estradão entre o Soutocico e o Vale de Santa Margarida, para finalmente podermos gozar o prazer da primeira descida. Passando no Arrabal, fomos direitos ao trilho que se inicia junto do cemitério, mas hoje com uma variante, o nosso El GPS, mesmo ainda antes das 11h, deciciu arriscar e de facto graças a ele, descobrimos uma nova subida, claro que acábamos por ter de alombar com a bicicleta para entrar de novo no carreiro que nos levaria à Lagoinha, para descermos pelo novo single track da "maratona". Subindo depois até aos 410m, apenas com o intuito de gozar as descidas que haviam de vir, foi a descer que fomos ter à Torre, mas fomos de via rápida - IC9, é certo que ainda não tem alcatrão, mas ainda bem, pois assim também não tem portagens :-)
Para acabar em grande a nossa manhã de BTT, o nosso guia, e o repórter fotográfico lá se entenderam e presentearam-nos com o novo, pelo menos para mim, single track que desce até à nascente do Rio Liz, já seca nesta altura do ano. Este trilho merece de facto ser revisitado, vale bem todas as subidas que são necessárias para lá chegar. Todos descemos pelo trilho, ninguém saíu fora dele, apesar de nem todos o terem descido em cima da Bike, mas de certo gozaram igualmente a paisagem.
No passeio de hoje tivémos ainda o prazer da companhia de dois amigos, que se juntaram a nós para passarem uma bela manhã de BTT, espero que o tenham conseguido.


Até 5ªfeira, sim 5ªfeira, que a temporada das nocturnas já abriu, para os mais distraidos relembro que é habitualmente no parque radical às 20h00.

 

Com a colaboração do Helder M vê AQUI o percurso, e AQUI para quem quizer fazer download do trajecto em GPX.

 

Cláudio Costa

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:43

Pág. 1/2



Sobre nós

Neste blog um grupo de amigos irão falar das suas vivências tendo como fundo uns passeios de bicicleta. À conquista da natureza, ganhando saúde.

MEO Kanal


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Visitantes = 160.000 +...