Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Último passeio de Domingo de 2014

por Trilhos Sem Fim, em 29.12.14

Para o último passeio domingueiro de 2014, compareceram no parque radical 9 trilheiros, 8 de nós com bicicleta e, o Artur, que refira-se está um staff de categoria, até vamos ter saudades dos serviços dele quando recomeçar a pedalar, o que parece ser para breve! 

Foi de facto ele o primeiro a “trabalhar”, e se não fosse a presença dele no PR à hora do arranque, o Rui G. certamente não poderia ter ido por problemas de infiltrações no pneu, sim... infiltrações, coisas de técnico de pneus, para os restantes leigos, era mesmo uma batata no pneu. 

Hoje tivemos o prazer da companhia do Pedro, que por motivos de emigração temporária esteve ausente do pedal cerca de 3 meses, o que se notou bem, digamos que estava a subir ao ritmo africano… Precisamente para lhe dar as boas vindas, nada melhor que ir até à Pia do Urso. Arrancámos, não sem antes o nosso staff nos perguntar se valia a pena ir buscar um bolinho para o reforço. De impermeáveis vestidos, pois a prometida chuva já começara a cair, fomos subindo e conversando, hoje, obviamente que um dos temas foi a experiência do Pedro no Malawi. Ao longo do trajecto cruzámo-nos com o staff, Artur, ora para nos pressionar o andamento, ora para a reportagem, excelente serviço. Chagados à pia, esperava-nos o Artur já com o bolo rainha de castanhas acabadinho de fazer, comeu-se, acompanhado de uma garrafa de ginga e de vinho do porto, de facto, alguma descoordenação não sabendo que o Artur tinha trazido o Porto, e encomendou-se a ginga, mas como devolver é feio, e estragar está fora de questão, gastámos das duas, sobrando ainda Porto para o nosso regresso ao PR, assim estivesse lá o nosso staff à espera, e, esteve mesmo… 

No regresso, mais rolante, a chuva caiu mais grossa e fria, como a ida tinha sido pelo Reguengo subindo a pedreira, optámos por vir em direcção à Maunça, de onde se pôde observar um belo quadro, a paisagem de inverno com neblina e cinzenta, mas aqui e acolá, com cores vivas e quentes nas zonas onde os raios de sol penetravam, excelente! 

Julgo termos chegado ao PR por volta das 12h30, com mais de 50Km e 950m de acumulado, sem quedas e sem avarias, não contando com a “batata” do pneu do Rui. Um obrigado aos “pagantes de hoje”, do Bolo, da Ginga e do Porto. 

Para esta semana e porque estamos de férias! há várias oportunidades para pedalar, 3ªf pelas 21h na Torre para quem quiser acompanhar os amigos do Chou-Bike e 4ªf de manhã, pelas 8h30 no PR, para a última volta de 2014 dos TSF’s.

Cláudio Costa

PC280038

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:22

Ultimo passeio TSF 2014!

por Trilhos Sem Fim, em 26.12.14

Algumas calorias Natalícias a mais!...

Não há problema, é para "queimar" na ultima volta domingueira de 2014, com muito "gás", mas "equilibrada"  à moda TSF!

Na hora e local do costume, 8:30 no PR!

 

Aparece!

1344020338428.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:35

Passeio de Natal 2014

por Trilhos Sem Fim, em 21.12.14

Desde o passado Domingo que a manhã de hoje estava definida, ou pelo menos assim pensámos, porque afinal houve algumas surpresas que julgo ninguém ter previsto!
Os trilheiros habituais foram chegando ao PR devidamente engalanados, usar capacete e gorro de Pai Natal não é fácil, e uns optaram por meter o barrete por baixo, com a ponta de fora, e outros por cima… do capacete. Tivemos dois Pais Natais e houve quem trouxe-se as bolas da árvore de natal penduradas na bicicleta, mas quanto às hastes da rena, não se viram, segundo alguns, pode ser por falta de cálcio… Enquanto esperámos um pouco para se juntar a nós o Gonçalo que hoje voltou a pedalar depois de mais de um ano de retiro, e na esperança de vermos chegar os companheiros TSF’s que há muito têm andado afastados deste grupo de amigos, os tais ferrugentos, e langões, etc, e que tinham sido convidados para esta volta higiénica, mas que infelizmente não apareceram, recebemos uma chamada do nosso emigrante Pedro que estava em Frankfurt a "meio" da viagem de regresso. Quanto aos que não apareceram, tenho pena, mas como se costuma dizer, só faz falta quem está, e como o reforço de hoje estava prometido e com hora marcada, havia que dar ao pedal. O destino traçado foi a casa do nosso GPS. O Artur, aproveitando bem o tempo que demorámos a lá chegar devido a problemas de “falta de ar” do pneu do Hugo, conseguiu arrancar o Sérgio da cama e já esperava por nós, devidamente trajado e em cima da bike, ansioso por pedalar… a direito ou a descer de preferência, não fosse o airbag que adquiriu nos últimos anos rebentar…
Os 14 rumámos para a cidade, passando pelo Vidigal, onde o frio da manhã se fez sentir, e fomos em direcção ao Polis. Já nos Marrazes, fizemos uma rápida incursão pela mata, tirámos umas fotografias em frente à inCentea, nosso patrocinador, e na descida para Leiria chamámos pelo Mota, mas apenas conseguimos incomodar a esposa, pois ele não estava. Deixámos os votos de Boas Festas e já com cerca de 16km feitos e nem sei quanto de acumulado, era altura do prometido reforço, oferta do nosso director Rui Passadouro. Por esta hora, já o Artur, o nosso STAFF, tinha ido ao Arrabal buscar os bolos e buscar o restante STAFF, a Cristina, a Clara e a Andreia, parece que o Dani, estava com problemas e não se levantou! As melhoras...!!!

Uma vez em casa do nosso director, deparámo-nos com um problema, uma mesa bem composta com uma garrafeira invejável por trás, ora sabendo nós que o Rui não bebe, havia que o ajudar, e como solidários que somos e grupo unido, não tardou a estarem 8 garrafas de vinho abertas e muito barulho à mistura! Os bolos e o restante repasto que as fotos atestam, foram-se comendo em bom e alegre convívio. Como disse um de nós, lá se vai a reputação deste grupo junto da esposa e da filha do Rui, que tão bem nos receberam… vai demorar anos a limpar esta imagem.
Não sei porquê, mas a coisa começou a complicar-se, pois o Alípio já não se lembrava de ter ido buscar o ElGPS a casa, e tão pouco sabia onde ele morava! O Leonel, até esse, se agarrou à Paula a dar beijinhos… em bem me parecia que ali havia caso! E a coisa estava de tal modo animada que ainda fomos todos levar o Rui Gaspar a casa, sim, lá a cima, eu sei... perdemos a noção das coisas e fazemos estes disparates… mas fomos com objectivos, visitar o Rogério, a Paula e o frigorífico da sede. Perante a algazarra, o Rogério apareceu à janela do quarto com cara de cansado e doente! Eu acredito, afinal era 1h da tarde, e se estava na cama é porque está mesmo doente! Que mais poderia ser! Recusado o convite para entrar, fomos levar o Rui a casa e pronto… desejámos as Boas Festas à Paula e bebemos uma mini e pensámos, que rica manhã de BTT.
Mal eu sabia que nós, os que fomos para o PR ainda nos iriamos fartar de rir com mais um percalço do nosso amigo Alípio.


Resumindo, a manhã de BTT de hoje, foi daquelas que exigem muito esforço, não só físico mas também psicológico. Não é fácil levantar de manhã e pegar na bicicleta, sabendo à partida que vamos fazer poucos quilómetros, e que nem dariam para aquecer, e jamais imaginei chegar tão satisfeito a casa, sem fome e sem sede. Obrigado a todos por esta bela manhã de BTT Natalício, e em especial à família Passadouro que nos ofereceu o reforço de hoje, mas registe-se que também não lhes levámos nada por ajudar a gastar a garrafeira :-)

 

PS: O texto hoje é grande, mas a manhã também foi muito complicada e dada a paleio, por isso não reclamem...

 

BOAS FESTAS e até terça na Torre se for o caso...

Cláudio Costa

DSC07915

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:47

Reforço de Natal na Pia do Urso

por Trilhos Sem Fim, em 14.12.14

Eu e mais meia-dúzia, arrancámos do PR depois de afinada a rota e incumbido o nosso staff do trabalho de hoje. Quis o destino que hoje fossemos à Pia, mas, fazendo a volta ao contrário do habitual, isso mesmo, subindo aquelas descidas que se costumam fazer tão rapidamente, essas mesmo que hoje estavam ao contrário, mas que foram vencidas sem dificuldade e com garra, nestas coisas, a motivação é muito importante, e hoje não queríamos chegar atrasados ao reforço, previamente marcado cerca das 10h30. As ameaças de chuva da meteorologia não se concretizaram, e fomos brindados com bom tempo, sem chuva e sol de inverno, pelo que logo ali no Soutocico houve que despir os oleados. Passado o Vale Maninho, subimos para a igreja da Chainça virando por um caminho à direita para variar, mas depressa me lembrei do porquê de fazermos aquilo poucas vezes, é mais curta que a outra mas é a subBIR.

Como prometido por mim, o bolo Rainha da Pastelaria Beira Lago do Arrabal (tenho de publicitar, pois há que ajudar os da terra, hehe), apareceu há hora combinada e quentinho, acabadinho de sair do forno, e muito bem acompanhado pelo Artur, pela Cristina e pelo Daniel, que para além do bolo e da excelente companhia que nos fizeram, trouxeram o restante reforço, Ginga, Vinho do Porto e Pasteis de Nata, estávamos nós neste belo convívio, e enquanto o Daniel abria o garrafão cortando até o gargalo, quando nos apercebemos que já não havia bolo, mas como o ritmo da pedalada tinha sido elevado, desde o Parque Radical até à Pia, havia que continuar em alto ritmo, por isso, comemos também o bolo “escangalhado” de chila do Artur, que estava com ideias de o levar para casa, mas antes que ficasse rijo…

O regresso foi feito também em alto ritmo e por caminhos que há muito não percorríamos, até chegar à pedreira de onde descemos até ao Reguengo, depressa, mas com cuidado para não faltar estrada a ninguém, já cá em baixo, serpenteámos pelo estreito carreiro entre as casas e rumámos em direcção a Leiria, por alcatrão, pois o Rui P. já tinha sofrido que chegue nas subidas para a Pia, pedalando sempre na mesma mudança devido a uma avaria mecânica. Além disso, tínhamos o compromisso com o nosso staff de estar no Armando por volta das 12h00, para mais uma vez olear as bicicletas ;-)

Estas manhãs, são sempre muito produtivas e por isso mesmo enquanto pedalámos, conversámos, comemos e bebemos, também reunimos em reunião de direcção, e ficou decidido e lavrado em ata, que no próximo domingo, vai haver volta “higiénica” ao jeito de passeio de Natal, desta feita, teremos de comparecer TODOS no PR, com gorros de Pai Natal, Bolas penduradas onde quiserem (O Endy pode pendurar na barba, para seguir a moda que agora por ainda anda, e assim sempre lhe dá algum uso :-) ), fitas e outros adornos alusivos há época. Houve inclusive já quem se oferece-se para levar as hastes da rena, não é Leitão! Este passeio é um passeio para TODOS os TSFs, mesmo os ferrugentos, os de baixa, os retirados, com preguiça e langões. Como já temos muitos, nem vou arriscar a referir nomes, para não correr o risco de me esquecer de algum. Há lanche prometido numa certa casa, e outras actividades, como por exemplo, pedalar muito pouco e a direito, por isso até o GPS e o Júlio podem aparecer!

Até quinta...

Cláudio Costa

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:35

Por Trilhos na Serra de Porto de Mós

por Trilhos Sem Fim, em 07.12.14

Às 4 da madrugada… o passarinho cantou…

 

Não eram bem 4 da madrugada, mas 8:30h, e estes 9 “passarinhos” acordaram cedo, como habitual ao domingo, para pedalarem.

Contamos com a presença de um novo colega do pedal, o Ricardo… que desceu do Telheiro, até ao PR para nos fazer companhia. Bem-vindo! Contamos com a tua companhia em domingos futuros.

 

O frio fazia-se sentir, mas bem agasalhados, lá fomos. Pretendíamos fazer serra e trilhos - sobre os quais o grupo não rodava, já há algum tempo. Os trilhos levaram-nos bem perto de Porto de Mós.

Saímos a bom ritmo até a Barreira, sendo RG o nosso GPS de serviço, que ia afinando os trilhos à medida que progredíamos.

 

Passada a Torre houve café para alguns de nós, e fora isso houve a paragem da hora da Banana, com direito a momento lúdico paralelo, com a partilha de anedotas.

Fizemos um fantástico single que há muito não fazíamos, e que o Caseiro e Máximo conhecem melhor que os demais, pois aí já transitaram em contato mais direto com o solo. Difícil não será acreditar e precaver, no risco… pois desta feita, fui eu que o fiz de forma bem mais lenta, que os demais.

 

Já orientado para Leiria, encontramos uma fogueira, que propiciou cantar a música “Ás 4 da madrugada…” – homenagem ao reconhecimento internacional, do cante alentejano que é Património da Humanidade. Ficamos de ensaiar mais um bocadinho antes da próxima atuação, pois se uns não sabiam a música, outros não sabiam a letra… mas ficamos bem tendo em conta que foi a primeira apresentação.

 

Já o regresso permitiu um sprint final, rolante, para rematar os 46Km de distância e os perto de 1000m D+, com chegada ao PR pouco depois das 12.30h

Há que agradecer ao Gonçalo Cordeiro, que nos esperava com um bolinho e acompanhamento, que bem que soube, naquele momento… Era mesmo aquilo!

 

Para a semana há mais. Boa semana!

D’Armindo

 

DSCI0022

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:30


Sobre nós

Neste blog um grupo de amigos irão falar das suas vivências tendo como fundo uns passeios de bicicleta. À conquista da natureza, ganhando saúde.

MEO Kanal


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Visitantes = 160.000 + ...


Os meus visitantes