Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Não percas esta oportunidade de ir beber uma ginginha ao Castelo de Ourém, é a primeira vez que lá iremos este ano!

Amanhã no PR à hora dos costume, 8h35, arrancaremos cheios de vontade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:27

OS TSF FORAM AO “BOLINHO”

por Trilhos Sem Fim, em 02.11.15

Se na semana passada a fava tinha saído ao Hélder, esta semana calhou-me a mim, parece que os nossos cronistas oficiais estão a ficar sem ideias literárias!!!

Começando então, com o que foi a manhã de “Todos os Santos”, dia do “bolinho”, como normalmente pelas 08.30 horas, lá estávamos seis trilheiros, no ponto de reunião, prontos para mais uma manhã de BTT, esperámos cinco minutos, como é da praxe, um telefonema para a nossa trilheira Cristina, mas sem êxito e como mais ninguém compareceu, resolvemos planear o nosso destino, surgia a ideia de irmos até aos Pousos, local a onde teria lugar o ponto de reunião, da prova de Enduro da Taça de Portugal, lá nos pusemos em marcha, não sem antes termos um aviso, o nosso repórter, Artur, que hoje teria que nos deixar mais cedo, devido a compromissos familiares.

Passados uns minutos lá estávamos no ponto de reunião da prova de “Enduro”, depois das formalidades normais antes de um início de uma prova, começamos a fazer o percurso de ligação até ao ponto de partida da prova. Ao chegarmos lá fomos surpreendidos com um telefonema da filha do Rui P, tinha em mãos uma missão, a entrega do “bolinho”, depois de algum diálogo, decidimos que o ponto de reunião seria no Arrabal em casa do Cláudio, dito e feito, lá partimos pelo “Galinheiro” abaixo, e que escorregadio que ele estava!!! Com uns desvios pelo caminho, devido à prova e para não dificultarmos os “Enduristas”, lá chegámos à casa da família do nosso companheiro Cláudio, como já tinha sido avisado, por telefone, teve o cuidado de deixar o portão aberto, o suficiente, para passar uma bicicleta com a sua montada.

Nesta altura já só éramos cinco trilheiros, o nosso repórter já nos tinha deixado, enquanto esperávamos pelo nosso “bolinho”, o Cláudio foi fazendo uma fogueira, que se visse (dizem as más línguas, que a última tinha sido uma espécie), para assarmos umas castanhas, aquelas de Vinhais, sabem??? Neste espaço de tempo, chega a filha do Rui P, com um excelente “bolinho” acompanhado por uma “Vintage”, sabem…daquela garrafeira!!! Pois é não é para todos!!!!

Tudo muito bom, mas ainda tínhamos que andar de bicicleta, lá fomos direitos ao carreirinho por trás da casa do Cláudio, mas…sem antes, não posso deixar de referir, que o Cláudio ao sairmos de sua casa, teve o cuidado de abrir o portão mais um bocado, não sei qual terá sido a razão??? Malandro!!!!

O resto do percurso foi rolar até às Fontes, sem que não tivéssemos de atalhar por “outros” caminhos!!! Tudo derivado à prova que se estava a realizar.

Reunião do grupo nas Fontes, a onde encontramos os nossos companheiros Endy e Marco, que andava a acompanhar a prova de máquina fotográfica em punho. Nesta altura já não tínhamos o Rui P na nossa companhia, o horário já estava apertado.

Das Fontes até ao Armando, os quatro Trilheiros fizeram um percurso de gestão de esforço, pois tínhamos à nossa espera o reforço, só que desta vez fomos presenteados com um pratinho como respectivo “bolinho”, é só para que merece.

Assim chegou ao fim mais uma manhã de BTT, como só os TSF,s sabem.

Há!!! Um pormenor a registar, todos os TSF,s presentes neste dia, têm idades compreendidas entre os 55 e 65 anos, é obra!!!! Bem hajam e muitos anos.

Boa semana.

José Cardinhos

Clicar para ver as fotos

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:38

No Dia de Todos os Santos, agora mais Dia de Todas as Bruxas ou dia do Halloween (como é mais fino dizer-se e fazer-se…), que já foi feriado, agora não é mas ontem, por ser domingo, foi.

Talvez por isso, nenhum dos jovens papás do grupo se fizeram representar à partida porque oportunidades como esta podem continuar a faltar no futuro. De tal maneira foi assim que o nosso Director rejubilava por ser o mais jovem elemento do grupo que, chegou ao reforço e ao PR, e era composto por RP, RG, RM, AF, JC e AL. Claro que só foi o mais jovem depois do abandono do AF que teve que zarpar cedo para demandar a Lisboa para levar o filho.

Ainda a propósito do Dia de Todos os Santos, mais conhecido como o Dia do Bolinho, podemos verificar que ao contrário do que era costume hoje são os pais que cumprem a tradição acompanhados dos seus petizes. Nós, que tivemos o privilégio de termos pertencido a uma geração em que as bruxas estavam muito longe e se dizia que andavam de vassoura em noites de Lua Nova, não fomos dependentes nem para pedir bolinho, nem para o comer, nem para trepar às arvores a procurar ninhos nem para correr pelos trilhos e ruas (sem calçada nem alcatrão) e esfarraparmos os joelhos e o resto conforme nos dava na real gana! Fomos uma geração livre do medo de bruxas que alguns dizem não reconhecer para logo ressalvarem que as haverá… vivemos hoje tempos mesmo turbulentos e os nossos meninos já só são “livres” nos recreios das escolas onde brincam fardados com trajes estranhos à nossa cultura e aos nossos costumes mas que são muito do agrado dos pais e professores modernos que têm. Já não bastava termos perdido o Entrudo para o Carnaval do Samba, a Páscoa para os Coelhos que dão ovos e o Menino Jesus para o Pai Natal da Cocal Cola e ainda nos roubaram o Dia do Bolinho. O único que ficou intocado foi o dia de são Martinho porque Graças a Deus os camones e os brazucas não sabem o que é isso de água-pé e de prova de vinhos novos…

Continuando… Este domingo foi também dia de prova de Enduro que quisemos experimentar com as nossas meninas, mas ao de leve. Passámos pelo local de partida nos Pousos e fizemos a ligação até ao primeiro troço cronometrado. Quando aguardávamos pela chegada dos primeiros pudemos ver que a subir as bikes de enduro são um pouco mais pesadas que as nossas e alguns fizeram a pé o que nós tínhamos feito a pedalar. Já a descer, vai lá vai!!

Tentámos descer a PEC 1 mas não fomos autorizados mas descemos a super escorregadia PEC3 por todos nós conhecida como O Galinheiro, vá lá saber-se porquê. Eu acredito que será assim chamada por, às vezes, necessitarmos de asas para por lá passar. Era o caso de ontem que proporcionava deslizamentos incríveis mesmo fora da pedra! Que o diga o RG que fez uma curva em argila sempre a direito…

Quando estávamos junto à partida da primeira PEC (não confundir com outro tipo PEC…), o nosso Director telefonou à filha para nos vir trazer uns deliciosos bolinhos, confeccionados pela sua mãe na Bidoeira e à moda antiga. De tal forma que, notámos, eram fartos em nozes. Mas não se ficou por aí e até umas castanhas devidamente descascadas (porque com luvas não dá jeito fazê-lo) e um Vintage velhinho vinha a acompanhar para ajudar a desembuchar. Como havia o preconceito de ir comer os bolinhos à pastelaria alguém se lembrou do Café Estádio na zona do Arrabal. Como por perto mora o CC convidámo-lo para tomar café connosco. Ouvimos que estava em casa a fazer lauta fogueira para assar castanhas e convidou-nos para pararmos lá. Desta vez não havia lenha para arrumar mas íamos assim como que um pouco a medo.

Depois do reforço formos em direcção às Fontes, onde ainda pudemos encontrar mais rapaziada do Enduro e até partilhar com eles um pouco dos seus trilhos. Sempre a fugir que pareciam gente doida… Por termos que fugir houve que improvisar alguns caminhos por entre olivais e vinhas e o nosso companheiro JC ainda aproveitou para fazer a depilação de uma perna com um arame que estava esticado, que até viu, mas que se enroscou no pedaleiro na hora errada. Como a descer todos os santos ajudam, neste dia de Todos os Santos o JC não conseguiu contrariar a força da gravidade e fez um pequeno voo de bruxo com a bicicleta a substituir a vassoura.

Para a história ficam também duas pequeníssimas quedas, que acabaram por nem serem dignas de tal nome, por parte do RM.

Depois das Fontes regressámos em modo de pedalada máxima em direcção à última fonte que fica a caminho do PR. Que belo dia de Todos os Santos, húmido somente que baste, e que as Bruxas perderam!! Os TSF não reconhecem o Halloween… Venha de lá o São Martinho! Quarta-feira.

Alipio Lopes

Clicar para ver todas as fotos

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:02

Pág. 2/2



Sobre nós

Neste blog um grupo de amigos irão falar das suas vivências tendo como fundo uns passeios de bicicleta. À conquista da natureza, ganhando saúde.

MEO Kanal



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Visitantes

Site Meter

Os meus visitantes