Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Trilhos Sem Fim - O último domingo de 2015

por Trilhos Sem Fim, em 27.12.15

Último domingo do ano, ...após 3 dias de grandes abusos gastronomicos deram "o corpo ao manifesto" 10 Trilheiros cheios de vontade de gastar algumas calorias e partilhar profundos pensamentos filosóficos que nos ocorrem por estas andanças... Depois de alguma curiosidade sobre a última volta orientada pela Paula P, que mereceu as melhores críticas dos trilheiros que se submeteram a tal trato, foi com unanimidade que se decidiu fazer a mesma volta,  pelo menos até que a hora o permitisse, dado que trilheiro domingueiro tem compromissos familiares!!!!
Trilhos bons e subidas era o que se esperava, mas não tanto de subidas constatou o filho do Alípio que pela falta de treino acabou a volta depois do single (a subir) que fizemos por trás da antiga MOM, isto já depois de ter subido a Curvachia...é claro que as descidas não contam, são tão rápidas que mal dão para nos deliciarmos... pequenos doces para trilheiros... e com promessas de castigos ficou o Alípio que seguiu com o filho rumo a casa,  ao fim de 11km feitos.
Lá seguimos rumo ao Trilho das Costaneiras (a subir),...já o Cláudio C se queixava de não se lembrar de fazer tantas "descidas" a subir....e é de lembrar que algumas alterações de ultima hora íam sendo feitas pelo Leonel C, para tornar a volta mais interessante e menos "agressiva" aos....calcantes...seguimos pela descida da Maúnça que dá para o túnel da torre, com um single que mereceu o primeiro video da volta, hehe....para subir em direção ás eólicas,  e rumar de alguma forma á Chaínça, para encurtar caminho...já se antevia atrasos ao prometido reforço de Natal prometido na garagem do Rui L. ...sim... ainda não foi desta o assalto á garrafeira do Rui P. ...(olha que passa a validade, não vale a pena deixar estragar....).

Já se falava neste trilho dos BICIPINGAS desde o inicio...já alguém sabia que era muito bom....lá chegámos e com surpresa de alguns,... passámos por uma placa no inicio que dizia trilho do Jaleca..curiosamente havia o Jaleca dos TSF connosco, o Cardinho que obviamente ficou todo....motivado para se deliciar com tamanha obra prima composta por deliciosas curvas, ressaltos, passadiços,  e subidas também,  sempre naquele limiar do perigo mas exequível para qualquer trilheiro domingueiro...as descidas...essas foram sempre origem de leves descargas de adrenalina,  coisa que ninguém gosta....hehe!!!!! Com sorrisos de orelha a orelha,  lá seguimos pelo Vale Maninho em "velocidade furiosa" de tal ordem que o Rui P. furou ao abalroar um pau... que lhe valeu uma boleia antecipada para casa....lá seguimos com menos um para saborear o bolo rei e a ginjinha e a potente pomada "cura feridas" que o Rui L. nos ofereceu na sua garagem... muito bom...podes sempre contar connosco para provar destes remédios, hehe.

Á nossa espera estavam outros trilheiros que não puderam pedalar, mas que são sempre da melhor companhia quando aparecem para se juntar á festa.

Mais uma excelente manhã de convívio com um percurso diferente, algo difícil para alguns... mas com partes técnicas muito interessantes, com especial agradecimento ao pessoal BICIPINGAS,  pelo trabalho que tiveram e que vão tendo no enriquecimento de percursos na nossa região.

BOM ANO NOVO!!!! Boas pedaladas para 2016.

Leonel

BTT ao domingo

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:16

BTT em véspera de Natal!

por Trilhos Sem Fim, em 25.12.15

A hora marcada encontravam-se, no Parque Radical, os 3 trilheiros que se dispuseram, a queimar as calorias da consoada de 2015, por antecipação na manhã do 24.

Foram eles Paula Pita, Nuno Gonçalo e David Armindo.

 

Dada a vontade de se querer chegar cedo, acedendo à necessidade de um dos trilheiros, ficou condicionada a ida a Ourém inicialmente prevista. Acedemos à proposta da Paula, em fazer um percurso que tinha no GPS, que nos obrigaria a subir um “pouquinho” nos primeiros quilómetros.

 

Assim foi, sempre conduzidos pela Paula, em ritmo bastante regular rolamos em direcção à Curvachia, que acabamos por trepar. Aí no topo fizemos singletrack espectacular, já conhecido de alguns de nós. Aliás os singles dominaram na volta de hoje, quer em subida, quer em descida, com um grau técnico bastante elevado. Fizemos alguns de algumas provas recentes.

 

A pedra associada à argila molhada do piso, obrigaram a desmontar em subida por diversas vezes, pela falta de atrito no contato pneu/solo.

Subimos à Serra, fizemos a subida designada de a “Bruta” tendo passado junto à localidade da Torre, sendo que aos 16Km tínhamos já próximo dos 1000m de D+.

Acabamos por tomar o café matinal e pastel de nata na zona de São Mamede, para mais dois dedos de conversa. Olhando as horas, já rondava as 12horas, e urgia regressar a Leiria. O regresso foi feito em ritmo bem elevado, com a passagem por um fantástico trilho, muito técnico, serpenteando entre as árvores, num sobe e desce, e com uma ponte de madeira improvisada com umas paletes no meio, percurso ainda marcado de uma prova recente. Daqui orientamo-nos pelo Vale Maninho em velocidade de auto-estrada.

 

Chegada a Leiria bem após as 13horas, com algum cansaço nas pernas, mas com a sensação que valeu bem a pena. Fizemos em conjunto, percurso que não teríamos feito a titulo individual.

Resta agradecer a Paula a sugestão do trilho, pelo qual nos guiou de forma tão eficaz, sendo que não nos podíamos distrair, para não atrasar o seu andamento e técnica excepcional.

 

Votos de Boas Festas para todos!

Até à próxima pedalada!

D'Armindo

20151224_095000.jpg

20151224_095016.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:58

Trilhos Sem Fim: Arrabal e o Bolo Rei

por Trilhos Sem Fim, em 20.12.15

TSF no fim do verão outonal

Não sei quantos éramos, mas não éramos poucos. Grupo bem compostinho, como vem sendo habitual, e preparado para um volta especial, como especial é a quadra e especial era este domingo: o último deste outono quase verão... Mais uma manhã isenta de chuva.
Houve música volante, eucaliptos no lugar dos chifres dos renos, café com cardinhos, bolo rei com Chibotrans e a sua "partenair", algumas bebidas isentas de água, uma queda aparatosa mas inconsequente (PS) e uma jaqueira à moda antiga junto ao ribeiro da Curvachia (RG). No Armando estiveram nove pretas na rodada e já não estavam três dos trilheiros (RP, CC e V) pelo que, poderá concluir-se, fomos exactamente uma dúzia os que galgámos pedra no Vale Maior, trepámos à Chainça, deslizámos no trilho do Humberto e nos divertimos à brava nas rotas do teimoso e do invejoso. Não fomos treze porque o Hugo teve azar antes de começar e não pôde alinhar por se encontrar lesionado. Mas esteve semi-equipado no momento da nossa partida do PR.
Ainda houve tempo para percorremos 33 quilómetros com 750 metros de acumulado. Em casa do CC lavámos as meninas que logo sujámos depois da Tosel em direcção à Curvachia de lama. Boa manhã e bom domingo, espera-se que antes do próximo, o último do ano de 2015, haja pedal na quinta de manhã. A ver vamos, porque nocturna não será fácil... Sigam os avisos!
Nota digna de relevo foi a nomeação oficial, com braçadeiras e tudo, do nosso companheiro Artur Fernandes que passa definitivamente a ser o nosso homem "PRESS" e "EXPERT TYRE"!

 

Alípio Lopes

Clicar para ver fotos

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:41

BTT, Domingo e Bolo Rei!...

por Trilhos Sem Fim, em 18.12.15

No próximo dominguinho,

no parque radical!

Vamos pedalar e comer um bolinho,

isto, só porque é Natal!

 

Pelas 8.30h será feita a saída,

podendo aguardar mais 5 min. pelo Sr. Diretor.

Mesmo que a chuva venha caída

com impermeável, salvaguarda-se a posterior visita ao Doutor.

 

Até lá!

 

f-bolo-rei-g.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:03

Trilhos Sem Fim ao domingo

por Trilhos Sem Fim, em 13.12.15

Hoje fomos um grupo comedido mas incentivado.

As 8.30h eramos 6 trilheiros, mas gozando do estatuto de antiguidade, aguardamos pelas 8.35h pelo 7º (do qual estranhamos a falta e por isso fizemos contato telefónico), antes de colocarmos o pé no pedal.

 

O nosso líder, foi RG, que desafiou que o destino fosse Pombal. Rolamos direção às Olhalvas, e depois paralelos a A1. Passamos Fonte do Oleiro na Boavista, Boavista e tomamos rumo à Raposeira. Neste momento já contávamos com atraso de alguns companheiros menos motivados com aquele destino, e com a possibilidade de o regresso a casa poder ficar para tarde.

Grupo que é grupo, não se separa, por isso foi altura de fazer ponto de situação e por isso logo ali foi assumido fazer coisa diferente. Boa opção pois, mudamos de registo e fizemos imensos singles e descidas que elevaram o nível de adrenalina. Foi uma manhã com técnica qb e diversão associada.

 

Fizemos o Vale do Lapedo, descendo e subindo por diversos dos melhores trilhos.

RL foi presenteando com o conteúdo da sua famosa garrafinha de inox, os demais.

Foi redescoberto o famoso trilho das oliveiras, já falhado a sua descoberta em tentativas anteriores.

O regresso foi feito pelo Padrão, tendo o remate da volta sido a passagem pela Curvachia.

 

Em suma uma manhã onde predominou a velocidade, as descidas animadas e os singles.

A previsão de tempo acertada, livrou-nos da chuva durante toda a manhã.

Chegada pelas 13h, com 800mts d+.

 

Muito bom, para este efeito vale mesmo a pena acordar cedo ao domingo de manhã.

 

Boa semana!

D'Armindo

Clicar para ver fotos

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:46

Pág. 1/2



Sobre nós

Neste blog um grupo de amigos irão falar das suas vivências tendo como fundo uns passeios de bicicleta. À conquista da natureza, ganhando saúde.

MEO Kanal


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Visitantes = 160.000 +...