Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Trilhos Sem Fim visitam a Amazónia da Maceira

por Trilhos Sem Fim, em 21.05.17

Vindos dos quatro cantos do Quintal dos Trilhos Sem Fim, agora com segmento no Strava, chegaram ao ponto de encontro cinco trilheiros. Cinco é uma boa amostra de tantos que têm passado pelo grupo TSF. Atendendo à amostra em si e mais especificamente aos elementos que a compõem, e calculando a média e o desvio padrão das idades, constatámos um certo afastamento do meio século em 75% desta. Mas que rica amostra!

Depois de uma breve atualização dos acontecimentos da semana, em que cada um relatou o mais significativo das experiências partilháveis, propôs-se um itinerário. Desta vez seria a Amazónia.

Pontualmente às 8:35 rumámos à Av. Nossa Senhora de Fátima, agora "O Quintal dos Trilhos Sem Fim", e quintal fora, saímos na Guimarota. Encosta acima, até junto ao Regimento de Artilharia. Contornámos o RAL 4.

A temperatura amena destes dias de primavera, em que o sol não brilha mas faz sentir o seu agradável calor, amoleceu os ânimos dos cinco. Seria um passeio à TSF por entre a vegetação luxuriante da Amazónia e suas cercanias.

O Daniel R já tinha feito um aquecimento de 20 km antes de iniciar este languido passeio à Amazónia, e não se notou nada em termos de desgaste, já que estava fresco que nem uma alface.

O RG, imbuído do espirito peregrino, carregou os seus parcos pertences num novo equipamento que lhe bastará as necessidades básicas na peregrinação a Santiago de Compostela, pelo caminho francês. Não fosse o seu historial de provocar a quedas dos peregrinos idosos, precipício abaixo, até acreditaria na sua fé bttista. Reza a história que assim aconteceu. (Queriam saber mais desta história? Tivessem vindo!). 

O RM já tinha, durante várias semanas, afinado o seu suporte. Agora, tornou-se instrutor. Não fosse a sua fraca apetência para a musica do Salvador e hoje teria trauteado alguns versos a par com o AF. Enquanto cantarolava, o AF organizou mentalmente tudo o que tinha a ver com manutenção. Não irão faltar quaisquer tipos de peças. 

Amazónia, Amazónia... que maravilha! Trilho a meia encosta, riacho lá em baixo e os raios de sol a vencer as frondosas árvores. Tudo registado em foto e vídeo, com comentários bem apropriados do repórter habitual.

Serpenteando pelos trilhos da Maceira chegámos ao Trilho da Fonte do Rei, agora também um dos segmentos dos TSF. Nunca o tinha feito, mas todos na peugada do DR, apreciámos as curvas e os desníveis.

Já na Quinta de Santa Clara descemos por ali abaixo, bem rápido até à estrada da Barosa.

Ao longo da margem direita do bucólico rio Lis, vimos o que pudemos. Finalmente, apreciámos o trilho da Sra. da Encarnação, quais cinquentões fortes como o aço.

Amanhã, dia da cidade, voltaremos a comemorar, quiçá com a conquista de um castelo.

Rui P 

20170521 maceira

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:43

No seguimento de um fim de semana tão glorioso quer dentro como fora de portas (principalmente para os amigos benfiquistas), que melhor forma de o celebrar do que com uma pedalada matinal entre bons amigos? Desta forma, 8 intrépidos ciclistas partiram em direção a Fátima movidos não só pela fé, mas principalmente pela gula.

O nosso trilheiro RM, já com o pensamento em voos mais altos, aproveitou para treinar com a sua bike melhor apetrechada. Ultrapassados com sucesso estes primeiros treinos, na próxima volta irá com certeza querer testar os seus upgrades com farnel para os seus camaradas. Eu não vou faltar.

Falando do passeio em si, não podíamos deixar esta onda de sucessos em claro e resolvemos comemorar a data batizando um novo trilho. Trilho da Bela Vista – Torre, assim será apelidado. E que bela vista nos fornece…

Outro trilho que tem feito as nossas delícias, é o Trilho do Moleiro. Estando o seu fundador presente no nosso grupo de amigos não podíamos, é claro, deixar de o desfrutar uma vez mais. Mas só 1 vez. Não vá o diabo tece-las…

Por fim, e para acabar em grande, regressamos pelo trilho perigoso das fontes. Ainda vai chegar o dia em que aquela curva pareça fácil. Por enquanto, vai-se colocando o pé no chão. Talvez a subir seja mais simples. É só experimentar…

 André Canelas

20170514 fatima

Também em meo Kanal 490904

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:05

HORA DA PARTIDA
A habitual, 8.35 am

PARTICIPANTES
Sete: RP, RM, AF, RM, JC, GS, AL

PERFORMANCE
40 kms, 750 m acumulado, média de 14 kms/hora

PARA MAIS TARDE RECORDAR
1)      O RM levou ceirões com que irá percorrer os Caminhos de Santiago desde França e quase se zangava com as instruções acaloradas do AF, que até o instruiu muito bem;
2)      Percebemos que o nosso director faltou ao Leiria Run apesar de há um mês ter ameaçado que iria; parece que exagerou no treino inicial;
3)      Visita ao tradicional pastel e falta de comparência à admiração do terço da Joana Vasconcelos  que, ao que parece, já terá ido inspirar-se nas Caldas;
4)      Não houve incidentes;
5)      Circulámos durante mais de meia hora ao redor de Fátima sempre a ouvir cânticos missais como se estivéssemos a passear dentro de uma missa campal;
6)      Visitámos a casa dos Pastorinhos que se preparam para a santidade eterna e posámos para a foto acompanhados de duas pastorinhas da margem Sul de Lisboa que por ali apascentavam e na ocasião estavam sentadas numa Pia de pedra,
7)      O RG lembrou que há 100 anos se fez história com ovelhas e Pastorinhos que agora se fazia com bicicletas. O que parecia  desconhecer era se estávamos lá para fazer de ovelhas ou de Pastorinhos;
8)      A CA irá encerrar para férias. Se calhar na quinta iremos à feira de Maio...

Alipio Lopes

Trilhos Sem Fim Volta a FÁTIMA antes da visita do Papa

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:23


Sobre nós

Neste blog um grupo de amigos irão falar das suas vivências tendo como fundo uns passeios de bicicleta. À conquista da natureza, ganhando saúde.

MEO Kanal



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Visitantes

Site Meter

Os meus visitantes