Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Geo-Raid - S Pedro do Sul

por Trilhos Sem Fim, em 13.04.10

Pelo 2º ano consecutivo o grupo BTT Trilhos Sem Fim teve uma equipa a participar no Geo-Raid. O Rui e o Nuno, fervorosos adeptos, fizeram a inscrição na primeira hora e obtiveram o dorsal nº 9. Como no ano anterior fizeram os treinos na medida do que a actividade profissional lhes permitiu.

Os companheiros do Trilhos Sem Fim não se cansaram em incentivar a participação e de desejar boa sorte na véspera e no dia da prova. Sei que ansiaram por saber o resultado da participação. Infelizmente este ano ficou muito aquém das expectativas.

Sabíamos que o esforço a despender estava no limiar do que tínhamos para dar, mas a motivação, a dedicação que damos àquilo a que nos propomos e o verdadeiro espírito amador neste desporto fez-nos supor que atingiríamos o objectivo.

No dia 10, bem cedinho, alinhámos na box e partimos em direcção a São Macário e Serra da Freita, com a esperança de voltar percorridos os 111 km.

A ansiedade e o nervosismo deram lugar ao entusiasmo, mal foi dada a ordem de partida.

Na minha memória estão alojada as imensas cores cheiros e emoções que vivi nesses dois dias em plena natureza. Recomendo uma visita ao post feito no ano anterior (post 2009)

Mesmo que queira contar o que vivemos não o consigo fazer por agora. Arrelias!

No 2º dia da prova fomos vitimas de uma injustiça. A equipa do Trilhos Sem Fim considera-se uma forte defensora de princípios, sendo o da confiança na palavra um deles.

Ficámos alojados num hotel, que por agora omito o nome, que nos causou um grande contratempo. Desde a primeira hora que tive dificuldade no acesso ao quarto que me foi atribuído. Logo na primeira utilização tive que ir três vezes à recepção para trocar de chave magnética, mas a situação grave, inadmissível e intolerável, veio a acontecer no dia 11 de manhã, antes da partida para a 2ª etapa da prova. Após regresso do pequeno ao almoço dirigi-me ao quarto para levar os sapatos de btt, o capacete, luvas, alimentos, etc. Pasme-se, não consegui abrir a porta. A funcionária do hotel usou todos os meios ao seu alcance, desde vários cartões ao aparelho eléctrico, mas a porta permaneceu sempre fechada. Imaginem a situação de stress que vivi, sabendo que o meu colega de equipa não podia partir.

Passados quase 30 minutos eu continuava fora do meu quarto com os pertences que necessitava para iniciar a minha prova dentro dele.

Para agravar a situação, a porta foi aberta com a chave do utilizador que ocupava o quarto em frente ao meu, por sinal membro do staff do geo-raid. Onde está a segurança? Para que serve a chave?

Apercebendo-se do meu desalento, a tal senhora do staf propôs, entre outras soluções, que o tempo que eu perdesse na partida, me seria bonificada no final. Concordei. Partimos com 20 minutos de atraso. Fizemos todo o percurso fazendo os cálculos do tempo no pressuposto que teríamos a tal bonificação. No 3º e ultimo controlo, aos 62 km com apenas 10 para percorrer, chegamos com  1 ou 2 minutos de atraso. Fomos desclassificados!

Após contacto com a direcção da prova e relembrando-lhe o acordo feito antes da partida, foi inflexível. "Uma organização séria não pode abrir este tipo de excepções", disse.

Partindo do principio da sinceridade e da honestidade, que me prezo seguir, não aceito que alguém com pouca sensibilidade para avaliar situações que envolvem pessoas e por conseguinte emoções, neste caso exponencialmente multiplicada pelo esforço físico e psicológico dispendido, tomem uma decisão fora de contexto e daquilo que tinha sido acordado. As regras podem ser de ouro, de fácil compreensão, ou mesmo rígidas, mas aquilo que distingue a organização é a capacidade do líder para as interpretar. Neste caso faltou a sensibilidade e a arte de honrar a palavra dada. Sobrou a arrogância e a prepotência.

Fomos desclassificados e injustiçados, não quero ouvir falar mais de geo-raid!

Já agora vejam as imgens

 

Rui

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:21


9 comentários

Sem imagem de perfil

De Cláudio Costa a 13.04.2010 às 01:35

Caro Rui e Nuno, lamento o sucedido e imagino a ansiedade. Perante o sucedido, a revolta é justificada e compreensível. Revolta não só pelo azar da avaria da fechadura, por si só já improvável de acontecer, como sobretudo, pela falta de capacidade da organização da prova em resolver problemas. É nestas situações que são postas à prova as organizações e e as pessoas que as compõem, o limitar-se a não criar excepções ás regras, faz dos responsáveis apenas uns meros executantes de principios e regras pré-definidas.
Enfim... no ramo da engenharia, chama-mos a esta sucessão de azares e outras desventuras, de "Lei de Murphy", que basicamente se resume ao seguinte: "se algo de mal poder acontecer, por mais improvável que seja, certamente irá acontecer e será na pior altura".
Boa semana de trabalho...
Sem imagem de perfil

De julio a 13.04.2010 às 11:34

Para os membros (amigos) dos TRILHOS a EQUIPA portou-se mais uma vez a grande nivel!!!!!!!!! PARABÉNS. O que não nos quebra torna-nos mais fortes!! Abraço e bom descanso.
Sem imagem de perfil

De Artur Fernandes a 13.04.2010 às 13:41

Não se pode remar contra a prepotência de gentinha.
Estamos todos com vontade de fazer um passeio dos nossos


Vamos poder pedalar no domingo.
Sem imagem de perfil

De Helder Malheiro a 13.04.2010 às 18:52

Geo-quê?
Não sei do que falam...
O que importa é que fizeram a prova (nem sei o nome da dita cuja) e chegaram ao fim sem mazelas de maior.
Bem haja!
Sem imagem de perfil

De Idalécio a 13.04.2010 às 19:27

Bolas grande galo, quando uma pessoa se prepara para fazer uma prova deste tipo com toda a dedicação que é exigida e depois é afastado por estas coisas deve ser mesmo desmotivador, o que vale é neste pais estão a crescer provas deste tipo que até parecem cogumelos, por exemplo o douro bike race organizado pelo João Marinho, pense nisso ;)

Até domingo se não chover lol
Sem imagem de perfil

De rUI a 13.04.2010 às 20:27

Obrigado pelo apoio que me estão a dar.
é sempre bom poder contar com os amigos.
domingo lá estaremos
Sem imagem de perfil

De Artur Fernandes a 14.04.2010 às 12:00

O mais caricato é que os que participaram na prova não admitem o erro daqueles que organizaram.
Ficam todos na duvida da palavra de "colegas" da prova.
Isto demonstra que nem todos serão amigos dos amigos.
Vamos passar á frente que atrás já lá vai...
Sem imagem de perfil

De Ricardo Santos a 15.04.2010 às 14:03

Permitam-me que deixe só um pequeno comentário. Por favor, meus amigos, não deixemos que o BTT e algumas situações como estas (que há muitas!!!) mordam a amizade e boa camaradagem. Andamos nisto para nos divertirmos, ou não? A situação, em si, já foi suficientemente constrangedora. Não vale a pena agora vincarmos ressentimentos em relação a uns e outros por comentários que possam surgir (e surgem sempre) que não têm a mais pequena importância.
Estou convosco, Rui e Nuno, porque tendo lá estado, sei bem o que custou chegar ao fim.
Grande abraço
Sem imagem de perfil

De Rui a 15.04.2010 às 15:27

Está tudo bem.
Já esqueci e para a minha vida foi um episódio sem importaância.

Comentar post



Sobre nós

Neste blog um grupo de amigos irão falar das suas vivências tendo como fundo uns passeios de bicicleta. À conquista da natureza, ganhando saúde.

MEO Kanal


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Visitantes = 160.000 + ...


Os meus visitantes