Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Peregrinação a Santiago de Compostela

por Trilhos Sem Fim, em 13.06.12

Durante quatro dias, três a pedalar, uma dúzia de trilheiros deste grupo TSF, aventuram-se numa peregrinação a Santiago de Compostela. A façanha já não era nova para alguns de nós, para outros, que iam pela primeira vez, foi vencer um desafio pessoal que nos eleva o ego, quando finalmente paramos em frente à imponente catedral do Santo Apóstolo, depois de percorridos os quase 240Km de percurso.


Foi visível, por mais que alguns tentem não o demonstrar, que a chegada ao destino é motivo de orgulho, afinal nem todos somos rapazinhos de vinte e tal anos, e alguns de nós só começámos a andar de bicicleta à relativamente pouco tempo, e andar um dia inteiro em cima da bicicleta exige força de vontade e traseiro que aguente!


Sobre as nossas idades, não quero deixar de referir a particularidade, e a meu ver, a vantagem do grupo ser bastante heterogéneo, vamos dos 33 aos 63, sem contar com os nossos condutores, parte integrante do grupo, apesar de não pedalaram. Com idades tão diferentes, e apesar de experiências de vida e condições físicas distintas, o entendimento, as decisões, a convivência, as brincadeiras, as maluqueiras, são partilhadas naturalmente por todos, parecendo todos que voltámos por uns dias à idade de rapazotes a descer vales e montanhas, com atitudes dignas de sermos chamados à atenção, aliás, como alguns peregrinos nos fizeram! Ooops! ;-)


Foram três dias, que mais uma vez vou definir como sendo de excelentes mini-férias, como é sabido, cada um faz o caminho de Santiago pelos mais variados motivos, o principal e o original é obviamente pela fé, no entanto há muitos outros como é o nosso caso, o do desafio pessoal, e o da convivência com amigos, seguindo sempre o espírito de diversão e brincadeira que reina neste grupo de BTTistas. E isto, meus amigos, justifica todos os disparates que fazemos durante a peregrinação, de facto não seguimos a orientação da peregrinação em silêncio, pois quem nos conhece, sabe que mesmo sem o Artur e o GPS, é impossível percorrermos mais de 500m sem fazermos barulho, mandarmos umas bocas, gozarmos com alguém ou simplesmente dizer babuseiras! Como o já famoso grito tribal Eeeehhh Eeehhh Eeehhh!

 

Como já foi referido nos comentários, e citando em jeito de resumo, tivemos Paisagens espectaculares! Companheirismo! Muita pedalada, subidas suadas, descidas vertiginosas, ribeiros de água fresca para tomar banho e fazer nudismo, peregrinos simpáticos, peregrinos que caiem (com alguma ajuda de um de nós!), peregrinos que se atravessam à frente, cavalos, ovelhas, cabras, porca e Leitões além do "nosso". Sol, nuvens e chuva. Espanhóis, Ingleses e Franceses, e eu acrescento ainda, tapetes de flores, procissões, bandas filarmónicas, caches encontradas e outras nem por isso, caches novas “plantadas” por nós, meninos da escola primária, anedotas, pimentos Padrón, minis Sagres, muitas jarras de cerveja, muitas paragens para repor electrólitos e comer, os bolos da Cris, dormidas em hotel, em albergues, em camarata, orquestras de ressonares e muito Eeeeeh Eeeeh.


Quanto à preparação logística desta viagem, sobre o percurso, onde dormimos, onde comemos, horários e outros pormenores poderão ser consultados neste documento. Apesar de toda a preparação e de termos pensado em alguns suplentes, surgiram alguns imprevistos nos dias que antecederam a viagem. Um dos colegas já tinha sido forçado a desistir por motivos profissionais, tendo sido o lugar dele ocupado por outro colega. O Condutor de um dos carros, o pai do Hélder, viu-se impossibilitado de ir por motivos familiares. Na véspera, o amigo Artur teve de ser internado por motivos de saúde, o que impossibilitou a sua participação, tendo nós ficado sem o repórter oficial e sem o "vendedor" do blog. Perante esta ausência desafiámos outro colega que apesar de estar apenas a algumas horas de partirmos, prontamente fez as malas e alinhou connosco. Outro problema que nos pareceu grave, foi a carrinha de 9 lugares, emprestada por um dos patrocinadores, a EST, ter avariado uns dias antes, o que nos obrigou a levar uma de 6 lugares apenas, também da EST, com menos caixa de carga, mas com tejadilho. Tudo se resolveu, e o belo do frigorífico não deixou de ir, como não podia deixar de ser, passou para o carro do Hélder, ou seja, coube tudo à mesma, mas muito à justa como atestam as fotografias.


Quanto ao Artur, todos lamentámos a sua ausência, pois sabemos o quão ansioso ele andava com esta aventura, mas não deixou de estar presente, foi recordado constantemente, e fomos falando com ele por telefone para lhe dar oportunidade de nos ralhar!

Não podia acabar esta crónica sem referir a sorte que tivemos com o tempo. Depois de nos termos consciencializado que íamos apanhar chuva nos três dias de peregrinação, e de termos feito a viagem de carro na madrugada de 5ªfeira com bastante chuva, acabámos por ter dois dias de tempo excelente, com temperatura amena, tendo apanhado chuva apenas no último dia, Sábado, a partir do meio da manhã. De facto com chuva, não teríamos tido o mesmo gozo, a mesma predisposição para a brincadeira como tivemos graças ao bom tempo, para além de que, com mau tempo, a segurança e a dificuldade serem outras.

Apenas tivemos um furo, e uma avaria, prontamente resolvida na Bicis Garcia. O cepo de uma das rodas avariou a trezentos metros de uma oficina, em Caldas de Reis, no Sábado de manhã, com a oficina aberta. Digamos que apesar do azar, o Santiago deve-nos ter ajudado. Deste episódio saíram dois slogans, “Sem Bicis Garcia, o Cláudio nunca aqui chegaria”, o outro slogan, usa vocabulário menos próprio para este blog, e reflecte o mesmo sentimento :-)

Um agradecimento aos nossos condutores, ao Sr. Hélder e ao Sr. António, quer pela excelente qualidade do serviço prestado, estando à nossa espera com os carros nos locais de intersecção com o percurso, à semelhança do ano passado, e já com os aprovisionamentos dos mantimentos feito, ou os restaurantes reservados, quer pela paciência nas esperas e em especial pela integração total no espírito do grupo.

Obrigado também ao nosso patrocinador dos electrólitos, isto é, das bebidas energéticas, a Sodicel e também à EST – Empresa Serviços Técnicos, Lda, que emprestou novamente a carrinha.

Resumindo, foi uma experiência que sempre recordaremos, com o sentimento e conforto final de meta atingida, e feita em espírito de boa camaradagem e muito divertimento.

Para o ano, haverá mais, mas com novidades… esperemos até lá…

 

Eeeehhh, Eeeehhhh (aonde? aonde?)

 

Cláudio Costa

 

Lamento, mas as fotos, como habitualmente ficam por ordem inversa, ou seja, as últimas primeiro :-(

 

Track GPS - Etapa 1

Track GPS - Etapa 2

Track GPS - Etapa 3

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:58


48 comentários

Sem imagem de perfil

De Rui a 12.06.2012 às 21:13

Vocês ficaram loucos? Tomaram algo?
Foi o sol?
Agora só escrevem: eeeeheeeeeheeeeeh
eeeeheeeeeheeeeeheeeeheeeeeheeeeeh
eeeeheeeeeheeeeeheeeeheeeeeheeeeeheeeeheeeeeheeeeeh
Sem imagem de perfil

De CFQuiaios a 12.06.2012 às 21:43

estão passadinhos de certeza!!! e melhor receitar um principio activo para todos!!!
Sem imagem de perfil

De Hugo Brites a 12.06.2012 às 22:13

Esse principio activo pode ser "electrolitos" ?
EEEEEEHHHH
EEEEEEHHHHHH
EEEEEEEEEHHHHHH

Está claro que pode sempre acompanhar com um dos seus bolos, que devo salientar que estavam muito bons e que souberam muito bem !!!!!
Sem imagem de perfil

De CFQuiaios a 12.06.2012 às 22:27

Não há cronicas, nem fotos....não há mais bolos...agora os bolos são para levar para o CHLP para o Atureo....eheheheheh eheheheheheh
Sem imagem de perfil

De Rui Leitao a 13.06.2012 às 21:17

anda tudo muito calmo... será falta de que???
eeeeehhhhh eeeeeeehhhhhh
Sem imagem de perfil

De CFQuiaios a 13.06.2012 às 22:27

vão para o raio k vos parta mais os ehehehehehe não volto a este blog....vou consultar o da psiquiatria...conseguem-se ler coisas mais interessantes!!!
Sem imagem de perfil

De DArmindo a 13.06.2012 às 22:51

Epá... só tenho uma coisa a dizer sobre as praias do sul e o efeito do , e muito calor que se vai sentindo, que é...
EEEEHHH,
EEEEEHHH
EEEEEHHh

Abraço e um EEEHH aos peregrinos TSF (esta moda pegou mesmo...)
Sem imagem de perfil

De Rui Leitao a 13.06.2012 às 23:32

imagino o que queres dizer

eeeeeeeehhhhhhhhhh
eeeeeeeehhhhhhhhhh
Sem imagem de perfil

De Helder Malheiro a 14.06.2012 às 00:39

VIva! A crónica pronta ainda não passou uma semana!
O Cláudio é o maior!
eeeeeeeeeeeeeh eeeeeeeeeeh eeeeeeeeeeeeeeeeeeeh
eeeeeeeeeeeeeh eeeeeeeeeeh eeeeeeeeeeeeeeeeeeeh
eeeeeeeeeeeeeh eeeeeeeeeeh eeeeeeeeeeeeeeeeeeeh
eeeeeeeeeeeeeh eeeeeeeeeeh eeeeeeeeeeeeeeeeeeeh
eeeeeeeeeeeeeh eeeeeeeeeeh eeeeeeeeeeeeeeeeeeeh
eeeeeeeeeeeeeh eeeeeeeeeeh eeeeeeeeeeeeeeeeeeeh
eeeeeeeeeeeeeh eeeeeeeeeeh eeeeeeeeeeeeeeeeeeeheeeeeeeeeeeeeh eeeeeeeeeeh eeeeeeeeeeeeeeeeeeeh
Sem imagem de perfil

De Rui Leitao a 14.06.2012 às 07:48

o Cláudio não é ...agão... não é ...agão.
já agora e o pintinho!!????

bem mais uma vez o meu mt obg!
Sem imagem de perfil

De José Cardinhos a 14.06.2012 às 18:39

O redactor está de parabéns pela crónica, pequena, precisa e concisa e em tempo recorde. há pessoas que nasceram com jeito para a escrita, obrigado Cláudio.
Sem imagem de perfil

De CFQuiaios a 15.06.2012 às 13:57

tanto tempo, para isto???.....eh....
Sem imagem de perfil

De Cláudio Costa a 15.06.2012 às 16:30

Cris, não é "eh" que se diz, é "eeeeeehhhhh eeeeehhhhh". Ainda não aprendes-te!
Sem imagem de perfil

De CFQuiaios a 15.06.2012 às 19:11

Estamos em crise não estragar eeeeehhhhhh
Sem imagem de perfil

De Artur Fernandes a 18.06.2012 às 16:11

Antes de mais quero agradecer o facto de se lembrarem de mim que não é difícil...
Depois fico com uma inveja de não ter feito o que afinal todos são capazes de fazer.
Agrada me a satisfação de todos terem gostado de terem feito a peregrinação.
Havemos de lá voltar.

Sem imagem de perfil

De CFQuiaios a 18.06.2012 às 22:17

já desteo teu lugar ao Sergio?

Comentar post


Pág. 3/3



Sobre nós

Neste blog um grupo de amigos irão falar das suas vivências tendo como fundo uns passeios de bicicleta. À conquista da natureza, ganhando saúde.

MEO Kanal



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Visitantes

Site Meter

Os meus visitantes