Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Em plena contagem decrescente para a aventura a Santiago de Compostela rumaram catorze elementos dos Trilhos Sem Fim a Poios para treinarem altitude e pedra que parece ser o que nos espera no início da aventura que irão viver, alguns de nós, no início do próximo mês.


Mas não será fácil encontrar nas nossas memórias um dia de BTT que tanto prometia e tão azarado se revelou. Quando nos propúnhamos vencer 55 kms e 1400mts de acumulado ficámo-nos por sensivelmente metade, sendo que a dita metade foi, ainda assim, muito dura e também fascinante tal foi a natureza das paisagens que sob os nossos olhos se ofereciam e o desenho de single tracks (por vezes demasiado técnicos e difíceis) realmente fantásticos. Diz quem já fez todo o percurso que não vimos o melhor: a segunda, e também última, parte. Logo de início e para aquecer tivemos que vencer um desnível de cerca de 300 mts em pouco mais de 3 kms.


Mal tínhamos aquecido e eis que um furo estranho, com uma cavilha devidamente fotografada e que até anilha trazia, não fosse entrar toda… nos travou o andamento e nos arrefeceu os músculos. Logo aí a operação de reparação não foi nada fácil e revelou-se, até, morosa. Ficou logo determinado superiormente que o Rui L não podia acompanhar-nos em próxima aventura por aquelas bandas. Mal imaginávamos o que estava para vir: O Hélder M que, segundo as crónicas pós pneus tubless, nunca tinha sofrido furos teve dois e que nos detiveram durante pelo menos meia hora. Aproveitou quem precisava para beneficiar da sapiência do Luís C em matéria de afinação de suspensões, e da bomba de suspensões do Artur F, e esperávamos que, aí, tudo passasse a ser diferente particularmente para os dois sortudos que ficaram melhor preparados para o referido single que veio a seguir e que nos 30 mts finais produziu uma queda e danos no sobrolho do David A que abandonou o grupo na companhia do Helder M para uma visita ao hospital. Espera-se que o diagnóstico não tenha reservas e tudo não tenha passado dum susto. Por isso mesmo julgou-se que perante tanto azar o melhor era tentarmos melhor sorte noutra ocasião e decidiu-se avançar para o arraial da festa que estava a decorrer no cume da montanha e… almoçar.


Pouco antes disso o Hugo B teve que zarpar porque recebeu um telefonema profissional que não lhe permitiu continuar. Ossos do ofício para quem ainda os vai tendo…


E que almoço!! Frango delicioso e à antiga como já não se comia há muito. Depois do repasto e das contas sobravam cinco euros e o Artur F decidiu por bem comprar 24 panos, numa daquelas carrinhas que fazem um alarido dos diabos e oferecem quase tudo a toda a gente, precisamente por esse valor. Foram distribuídos dois a cada um dos presentes.


O Cláudio ainda procurou uma cache que afinal terá sido colocada por alguém que faz escalada e não foi possível localizá-la apesar da boa-vontade de um praticante de escalada que ainda subiu uma série de pedras sem segurança e perante o olhar nervoso da filha e da esposa. Népia, desta vez não houve cache para ninguém.


Regressámos a Leiria a meio da tarde com a sensação de um exercício que esperámos com tanta expectativa e acabou incompleto e acidentado.
No próximo fim-de-semana haverá mais e esperamos ter mais sorte e melhor treino. Tudo indica que o destino será Fátima.


Alípio Lopes

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:38


Sobre nós

Neste blog um grupo de amigos irão falar das suas vivências tendo como fundo uns passeios de bicicleta. À conquista da natureza, ganhando saúde.

MEO Kanal


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Visitantes = 160.000 +...