Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Trilhos Sem Fim e a Volta do fio dental

por Trilhos Sem Fim, em 11.12.16

No dia 8/12/16 alguém classificava a minha volta pelo litoral como a VOLTA DO FIO DENTAL, numa clara alusão à Praia... isso seria se fossemos um grupo predominantemente feminino e não é o caso. E agora, ironia das ironias, fomos também à Praia que é uma  volta onde nunca nos cansamos demasiadamente mas onde também nunca descansamos...

Bem que tentei furtar-me a escrever mas debalde... o escrivão do dia oito devia tornar-se escrivão crónico mas não aceita e foge com o rabo da seringa sempre que pode. Não está certo. Para mais quando alude ao desalento que consiste em escrever ou para surdos ou para leitores apáticos que nem um ponto se dignam escrever em comentário.  Mas, atenção!, não fui eu que disse...

Se a memória não me atraiçoa éramos dez à saída do PR em direcção a um percurso que é enganador como o raio que o parta ou a senhora que o pariu! Não subimos muito mas também nunca descemos e se a velocidade máxima quando trepamos a Maunça chega a roçar os sessenta aqui não passa muito dos trinta.

Saímos pela Polis em direcção à Ponte das Mestras (terá existido ali alguma escola ?) e antes de chegarmos à Ponte da Cabreira já o RL e o HM traquinavam a chafurdar nas muitas poças de água. A manhã não foi outonal antes primaveril mas o senhor Trump acha que aquecimento global, o degelo e a poluição são uma invenção táctica dos chineses...

Dali em diante foi sempre a dar-lhe (e a conversar em duas ou três frentes) até ao balão da EST. Tivemos workshop de como funciona um dique inteligente (com autómato) e insuflável para a gestão dos fluxos de água de rega dos campos do lis. Isto é a nossa vertente cultural... que nunca abandonamos mas, ainda aqui, na parte cultural, percebemos todos como se designava o amontoado de terras longitudinal com o rio (MOTA - Aterro ou dique à borda de um rio, destinado a impedir inundações. = AMOTA, MARACHÃO

"mota", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/mota [consultado em 11-12-2016]).

Chegados à Vieira levávamos pouco mais de sessenta metros de acumulado . Com tantas poças de água o percurso foi até aí mais engelhado na horizontal que na vertical! Mas depois do café na CUBANA é que foram elas. Para quem julgava quero Pinhal  Leiria nacional era tudo Iisinho desenganou-se a acabámos na mínima da avózinha.

Saídos do ponto mais alto ( posto de vigia florestal) acelerámos por uma estrada com bastantes vestígios de cascalho com alcatrão. Quando eram onze e trinta descolaram para regressarem mais cedo aos seus lares dois Ruis, o P e o L e desta raça de nomes só permaneceu o G que teve o privilégio (na companhia de outros sete que não são R) de ainda descobrir um pequeno trilho single em Amor e de ter dado a volta ao cavalo na Gândara dos Olivais, junto à linha, por estar fechado o caminho que o ZC tinha escolhido. Volta que é volta é assim!

Depois foi o costume, sempre a abrir pelo Polis até ao PR mas, antes, sete dos oito, que o escriba atalhou, subiram à Senhora da Encarnação (percurso religioso...) onde o HM teve oportunidade de fazer jus ao nome e evitar fazer companhia a este que escreve e ao outro que recupera no HSA. As melhoras para o PS que tem ali um osso duro de roer... e percebemos - já na CA - que o HM tem dois seguros distintos para ciclistas e o PS tem o melhor! Bom nestas horas de infortúnio, que homem prevenido vale por dois e o seguro morreu de velho mas o PS coadjuvado pelo HM não brincam em serviço! Hoje o PS não terá muitas visitas porque temos o derby dos derbys e nem lhe desejo boa sorte nesse desiderato. 

Para a semana outro escrivão estará de serviço que este militante das causas de ciclistas irá demandar o Natal Solidário da Batalha. E não irá sozinho... pela primeira vez.

Alipio Lopes

Clicar para ver fotos

Também em meo Kanal 490904  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:58


7 comentários

Sem imagem de perfil

De Cláudio Costa a 11.12.2016 às 19:36

Alípio, muito gosto das tuas prozas, começo a perceber o porquê de vires - algumas vezes - num ritmo mais lento, já deves vir a idealizar a crónica! Parabéns mais uma vez.


Foi uma manhã de um BTT diferente, mas mantendo o registo típico dos TSF's. Gostei da nossa voltinha, já não fazia este percurso à bastante tempo.


Para quem estiver interessado em mais pormenores sobre o Rubber Dam, leia a nossa crónica de 2012 aqui
http://trilhosemfim.blogs.sapo.pt/104364.html e onde tem um link ( https://www.geocaching.com/geocache/GC2VT62_rubber-dam ) para uma página de geocaching de um colega meu que explica mais sobre o Rubber DAM e com fotos.


Artur, boa reportagem, confirma-se que não terás substituto à altura, terás de continuar a ser o nosso eterno repórter oficial, mesmo que não uses a braçadeira!
Sem imagem de perfil

De rogerio monteiro a 11.12.2016 às 21:49

Faço minhas as palavras do Cláudio, cumprindo assim simultâneamente o compromisso, de, quem visita o Blog, ter que dizer que o visitou.
Sem imagem de perfil

De Alípio Lopes a 11.12.2016 às 22:05

Vim!...
Sem imagem de perfil

De Nuno Gonçalo Santos a 11.12.2016 às 22:23

Uma manhã diferente que serve para "limpar o palato", como o gengibre entre pratos.
Nestes dias de mais oxigenação cerebral, que é significativamente reduzida quando temos que concentrar o esforço em longas subidas, reina (ainda) mais a boa disposição e solta-se a criança que por vezes anda ali reprimida, como foi o caso do nosso escuteiro traquina.
Uma voltinha higiénica que acabou em grande com a descida da encarnação e um belo par de material escuro vindo de Vialonga.
Boa semana a todos, e domingo acredito que voltaremos a uma rotina mais ascendente.
Sem imagem de perfil

De José Cardinhos a 11.12.2016 às 22:44

Gostei da volta domingueira, não foi por eu a ter sugerido, mas ... foi mesmo porreira!!!
Independentemente de algumas polémicas!!! Não deixou de ser uma volta excelente, é sempre agradável visitarmos a nossa costa e praias, ainda por cima em dia Primaveril.
Eu aprendi que grupo é sinal de camaradagem e vice-versa, como tal a camaradagem é sinal de amizade, não se esqueçam.
Boa semana. 
Sem imagem de perfil

De Rui Gaspar a 12.12.2016 às 10:53

O amigo AL está de parabéns pelo texto, pois verifica-se que fez o trabalho especifico no capitulo da engenharia hidráulica , prestando esclarecimentos que acrescentam cultura geral. Não gosto do titulo da reportagem porque não me recordo de alguma vez ver um TSF de fio dental muito menos  uma TSF . Fica-me a esperança de nalgum próximo verão ver nas nossas  praias alguma "dentalbikinibiker". Desejo a recuperação rápida do amigo PS. Aproveito também para  encomendar ao AL a crónica do evento do próximo domingo na Batalha, porque este ano espero que o AL compareça na data certa do evento , pois pelo que relata no texto, o ano passado foi sozinho. heheee.
Sem imagem de perfil

De Alípio Lopes a 12.12.2016 às 23:32

Amigo Rui Gaspar, bem apanhado a do "sozinho". Referia sem companhia de companheiros dos TSF... também alinho nessa da dentalbikinibiker. Mas em topless!

Comentar post



Sobre nós

Neste blog um grupo de amigos irão falar das suas vivências tendo como fundo uns passeios de bicicleta. À conquista da natureza, ganhando saúde.

MEO Kanal


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Visitantes = 160.000 +...