Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Trilhos Sem Fim e Leiria 360º

por Trilhos Sem Fim, em 10.01.16

Éramos oito, às oito e trinta no Parque Radical, absolutamente cientes de que teríamos de transportar equipamentos de protecção contra a chuva. Que ela ameaçava... Mas isso acabou por ser usado durante pouco tempo.

Treta daqui, léria dali, com propostas várias foi a do Rui G que prevaleceu e foi levada até ao fim apesar de algumas propostas posteriores para desvios eles não foram permitidos devido à tenacidade do propositor.

Já fizemos de tudo. Já percorremos distâncias muito superiores; já fizemos acumulados mais elevados; já tínhamos estado em todos os lugares que hoje percorremos mas nunca tínhamos feito a completa circunvalação à cidade de Leiria com passagem em todas as freguesias periféricas e em algumas um pouco para além dessa linha.

Rui P, Rui P, Cláudio C, Rogério M, Carlos M, Carlos G,  Artur F e Alípio L armaram-se em Fernão de Magalhães do pedal e fizeram a primeira circunvalação a Leiria dos TSF. Uma verdadeira mini-maratona de 360 graus no sentido contrário dos ponteiros do relógio, com cerca de 900 metros de acumulado e um pouco mais de 50 quilómetros.

Estávamos algures em Santa Eufémia quando ocorreu o único amuo do nosso companheiro amuado oficial que logo passou e se deveu a uma pequena cisão no grupo.

Não foram registados nem incidentes nem acidentes. E isso foi muito bom.

Em Regueira de Pontes ficámos a saber que no dia 24 iremos participar num evento lá para os lados da Boa-Vista pelo que já não haverá voltinha aos Mouratos que fica, assim, adiada sine-die.

A última etapa na cervejaria Armando foi cumprida mas curta...

Também  mais uma vez e pela última vez, ficou assente que se não houver maior participação de todos os companheiros a comentar estes textos, deixaremos de ter os MEUS textos até porque são sempre incompletos e precisam de ser completados. Porque quem escreve gosta de perceber que é lido e se nem os que participam semanalmente passam no blogue isso é mau; se passam e não dizem nada é, para mim, ainda pior. Se for assim terá que arranjar-se alguém para me substituir nestas ocasiões...

 Alípio Lopes

Clicar para ver fotos

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:40


22 comentários

Sem imagem de perfil

De Cláudio Costa a 10.01.2016 às 21:55

Rui G. ficou giro o mapa, era mesmo isto que se queria :)
Sem imagem de perfil

De Rui P a 10.01.2016 às 22:24

Mais uma vez tudo bem. 
A volta foi 360º e circular o que demonstra que o RG sabe rodear a coisa.
O Alípio continua com a veia literária apurada e incisiva. Força nas canetas e não penses que escapas à escrita.
A volta foi longa e boa, mas isto de não ter descidas para descansar as canetas torna a vida mais difícil.
O repórter esteve bem, apesar de rabugento, e até me parece que a imagem é de melhor qualidade.
Venha mais um domingo.
ABC
Sem imagem de perfil

De Cláudio Costa a 10.01.2016 às 22:32

Boa crónica Alípio, aliás, como desde sempre nos habituas-te. É de toda a justiça comentar, e é com satisfação que o faço regularmente, para mais, quando sou eu que escrevo sinto o mesmo.
Quanto à volta de hoje, foi original sim senhor, e bem guiada pelo Rui G não fosse a determinação dele e o desenho no mapa tinha sido bem diferente, para pior...


Já vou enviar detalhes para a inscrição no BTT do dia 24.
Sem imagem de perfil

De Nuno Gonçalo Santos a 11.01.2016 às 00:02

Alípio, tens toda a razão! É tremendamente ingrato fazer-se um texto e não haver o respetivo feedback dos restantes colegas,quer participem ou não na volta. Pela minha parte, coloco a mão no peito e assumo a minha culpa, que por comodismo comento muito poucas vezes. De referir que é uma tarefa que pela minha menor qualidade de escrita e principalmente pelo me desconhecimento geográfico local, jamais seria capaz de reproduzir em parágrafos as sucessivas manhã de domingo, com a qualidade que todos os relatores o fazem e que ficam aqui registados para a posteridade.
Assim, de referir que hoje decidi substituir a volta de bicicleta por uma caminhada conjugal de 10km e que parece que perdi uma bela manhã de BTT (não se pode ter tudo!).
Parece ter sido um excelente traçado, que irei sacar para fazer posteriormente.
Como sempre, o texto e a imagem estão excelentes e é muito bom ver que os esforços feitos para "recuperar" alguns dos companheiros com mais história no grupo deu frutos.
Texto e imagens excelentes, como sempre.
Votos de boa semana a todos.
Sem imagem de perfil

De Hugo Brites a 11.01.2016 às 01:08



Eu pedelado não tenho , mas as ler as crónicas isso não falho! Se não as comento é por já me sentir mal de não aparecer....
brevemente terminam as festas e voltam as "missas"
Sem imagem de perfil

De D'Armindo a 11.01.2016 às 08:46

Olá, olá,


Que dizer do que não tenha já sido dito.
Interessante a volta de 360º à cidade... é daquelas ideias que não se sabe porque razão ainda não tinham sido realizadas. 900m de acumulado - 50 km... boa volta para se fazer, e sendo em torno da cidade permite sempre aos que tem horário mais apertado a cumprir, que possa regressar de forma mais direta à cidade. Parabéns por isso!
Por força das circunstâncias tenho falhado- e agora sem bike, mais 2 dias, espero aparecer na 5ª feira à noite com novidade.
Abraços a todos!
Sem imagem de perfil

De Alípio Lopes a 11.01.2016 às 09:42

Assim, sim! Coms seis comentários nesta altura vamos lá... Desculpem se parece menino mimado mas não é disso que se trata, como sabem.
Os testemunhos do Hugo e do Gonçalo falam melhor do que pretendo. É que, com comentários dos ausentes (como tem sido o caso deles, entre outros...) também sabemos que continuam no activo e que um dia destes irão aparecer. Já não será bem o caso, por exemplo, da malta que sorrateiramente sai de mansinho e começa a praticar escutismo eheheheh. Também sabemos quem é que está sempre por aqui com maior ou menor acuidade: RP, RG, RM, JC, e outros. Até domingo se não chover muito na quinta!
Sem imagem de perfil

De rogerio a 11.01.2016 às 12:38

Uma vez mais tenho que realçar as tuas qualidades na prosa que manifestamente possues Alipio, mas como não quero que também tu amues, aqui estou a comentar, provando que te leio atentamente.
Boa volta, que como já foi comentado, só foi possivel concluir devido á perseverança e teimosia do Rui Gaspar.



Sem imagem de perfil

De José Cardinhos a 11.01.2016 às 20:52

Parabéns por quem teve a ideia e iniciativa, da "volta 360º", interessante.
Parabéns também aos corajosos, que tiveram a ousadia de contrariar as previsões meteorológicas, e dizerem "pronto".
Quanto ao repórter sempre bem, consegue dar uma ideia das voltas/passeios, parabéns.
Quanto ao cronista..... bem!!! o que vou dizer, é que não arme em menino mimado (citando palavras suas), e que continue a escrever,porque o faz muito bem.
Boa semana e até quinta-feira (espero eu).
Sem imagem de perfil

De Alipio Lopes a 11.01.2016 às 21:30

Amigos, sem um bloco de notas a acompanhar-me e com o "sistema" muito desgastado não é fácil relatar tudo. Quando houve amuo perdi o rol de palavras caras que foram proferidas em menos de um minuto. Alguém pode ajudar e completar?
Sem imagem de perfil

De Alípio Lopes a 11.01.2016 às 22:19

Boa! Já me recordo... quando metade do grupo estava a atravessar a ponte da ribeira do Sirol, após a filmagem sob a A1, o nosso amuado (embora boa pessoa...) viria em modo perda de oxigénio a apilhar os últimos, berrou para o mouco que seria este o culpado de estar a partir o grupo que, assim, deixava de ser homogéneo, alguém lembrou que arriscaria ser heterogéneo e, na falta de funil, o mouco aproximou-se do amuado e usou a mão em concha após o que terá perguntado qualquer coisa como "o que diz que disse!?" ao que amuado, desarmado, disse nada e assim terminou o amuo e tudo ficou de novo homogeneizado. Um grupo é assim. O grupo dos Trilhos Sem Fim é homogéneo! Com o apoio do texto abaixo que cada um interprete se e onde somos homogéneos.
homogéneo | adj
ho·mo·gé·ne·o
(grego omogenês, -és, da mesma raça ou família, da mesma espécie)
adjectivo
1. Da mesma natureza que outro. = ANÁLOGO, IDÊNTICO
2. Que tem uma só substância na sua constituição ou é formado por elementos semelhantes ou ligados entre si. ≠ HETEROGÉNEO

Sem imagem de perfil

De Rui Gaspar a 11.01.2016 às 22:16

Gostei da provocação do companheiro AL, o blog dos TSFs  tem que ser agitado. Gostei da imagem do mapa , que vai ser aprimorada/arredondada só com trilhos. Agradeço a compreensão dos companheiros TSFs que não amuaram com a minha teimosia em completar um circulo de BTT por fora da zona Urbana.Pois percorremos caminhos e algum asfalto de todas as 12 freguesias que circundam a cidade,( Cortes,Pousos, S.Eufémia,Boavista,Marrazes ,Milagres, Leiria,Regueira Pontes,Barosa,Parceiros,Azoia e Barreira). Este desafio foi o primeiro esboço do que será um track de BTT a registar com o nome "Leiria 360º btt by TSFs" a publicar nos sites da especialidade. O segundo esboço destes tracks será procurar trilhos para evitar o asfalto e areia da Barosa, que os há.  Espero dessa vez não ouvir pedidos para abortar o desafio.
PS. E ainda fizemos trabalho de policia na ZICOFA identificando a razão do apito do alarme de uma empresa  que o CC e o CM conhecem.
Sem imagem de perfil

De Alípio Lopes a 11.01.2016 às 22:22


Atenção! o pedido para abortar ou corrigir a rota deveu-se ao meu convite para tomarem café nos Mouratos. A circunvalação far-se-ia à mesma mas levaria mais alguns minutos (pelo menos os do tempo de tomar café...). Reparem que também o meu convite para o dia 24 foi abortado e eu não amuei!...
Sem imagem de perfil

De Rui Gaspar a 11.01.2016 às 22:41

Companheiro AL as pressões a que me reporto não incluem o teu convite para o café, esse era bem vindo não fosse depois usado como desculpa para ouvir dizer que já não havia tempo para terminar o circuito. Não sejas tão sensivel. Correcção; o teu convite do dia 24 não foi abortado foi reagendado para nova data.

Comentar post


Pág. 1/2



Sobre nós

Neste blog um grupo de amigos irão falar das suas vivências tendo como fundo uns passeios de bicicleta. À conquista da natureza, ganhando saúde.

MEO Kanal


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Visitantes = 160.000 + ...


Os meus visitantes