Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Em dia da mãe, 9 trilheiros se juntaram no local habitual para, como prometido, conhecer novos trilhos e apanhar aquela que esperamos, seja a última molha de BTT deste Inverno, ou não…
O destino já estava traçado, a volta seria para o lado do Arrabal onde graças ao Artur e ao nosso El GPS iriamos conhecer novos trilhos desbravados na sexta-feira! Assaltou-nos logo duas emoções, um sentimento de alegria, pois pensámos, é agora que o El GPS volta a pedalar connosco e a presentear-nos com novos trilhos e com o seu bom humor! E o outro sentimento, claro está, de preocupação, será que os trilhos novos foram descobertos antes ou depois das 11h! Hehehe, quem nos conhece sabe bem a que problema me refiro… Arrancámos alegres e contentes, uns com, e outros sem, impermeável. Frio não estava, mas a chuva prevista acabou por vir, mas não em demasia, mal deu para molhar. Chegados ao Vale Maninho, subimos por um single já conhecido, mas que não sei porquê, é pouco usado por nós, o que não se compreende, pois é bastante agradável, mesmo a subir como o fizemos hoje. Já perto do final, fizemos uma incursão à direita, e agora sim, cheirava a caminhos novos, fomos subindo e eis que tivemos o famoso momento el GPS, o momento 11h, mesmo não sendo ainda 11h, desta vez protagonizado pelo seu enviado Artur, resolvido o problema e encontrado o caminho certo, depressa estávamos a apreciar um algar, local imediatamente escolhido por unanimidade para "plantar" aquela que será a geocache dos “Trilhos Sem Fim”. Tal como há uns anos, voltámos a interrogarnos como descobre o GPS estes caminhos, houve quem alvitrasse que certamente seria quando anda a procurar ervas para o laboratório, será!!! Daí até à Chainça foi sempre a subir, e que subida, inclinada que chegue e longa, ninguém se negou e no final tivemos o merecido descanso a meter a conversa em dia. Perante tal desgaste foi decidido irmos à terra daquela que viu aparecer a MÃE, Fátima, serpenteámos por entre centenas de peregrinos que por esta altura ali afluem, e deliciámo-nos mais uma vez com os saborosos e grandes pastéis de nata de Fátima. E se uns os trouxeram no papo, outras houve que os trouxeram também no saco, melhor dizendo, numa caixa no regaço. No regresso, e ainda antes do túnel escuro, ouvi uns sons metálicos de algo a partir, foi o eixo pedaleiro da minha bike a sofrer uma avaria mecânica, que vulgarmente apelido de QCLD (Qualqer Coisa Lá Dentro). Perante tal avaria, que me impedia de pedalar, foi aproveitar a descida até ao Freixial passando pelo Vale Maior, e rumar até casa que estava perto, enquanto o resto do grupo regressou a Leiria atravessando a Curvachia, segundo julgo saber.

O Alípio continua ausente por baixa médica, mas telefonou e perguntar pelo grupo, esperava-nos no local habitual, é de salutar que mesmo quem não pedala, vá comparecendo no evento social que marca o final do BTT dominical.

Para quem pode, 5ªfeira à noite pedala-se, e se cumprirem com a tradição, em tempo de feira come-se pão, com chouriço, o Nelo que nos perdoe, mas são só 2 ou 3 vezes no ano!

Cláudio Costa

Clicar para ver todas as fotos

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:30


5 comentários

Sem imagem de perfil

De José Cardinhos a 05.05.2015 às 18:52

Vejo que se divertiram e que andaram na exploração de novos trilhos, muito bem. 
Na crónica falham no "el GPS", mas pelos vistos não o chegaram a encontrarem, que pena, vontade não lhe deve faltar.
Boa crónica e reportagem, como já vem sendo hábito.
Boa semana e divirtam-se.
Sem imagem de perfil

De RUI P a 05.05.2015 às 20:39

Mais um domingo ao nível habitual, do melhor!
Crónica bem elaborada pelo Cláudio e imagem à Artur.
Serviu esta ida a Fátima para renovar os votos de continuar a bttar, enquanto o corpo o permitir.


NOTA: A malta TSF tem que comentar as crónicas dos nossos ilustres cronista, porque é da critica que eles vivem e tiram a energia para continuar. 
Vá lá, escrevam...
Sem imagem de perfil

De Sérgio Gps a 06.05.2015 às 10:00

Grandes Companheiros !!!!
 Fico contente por terem gostado daquela pequena descida com uma paisagem formidável .
Abraço 
Sérgio GPS 
Sem imagem de perfil

De Rui Gaspar a 06.05.2015 às 22:25

O Claudio vem com inspiração, vejo que as massagens asiáticas fortalecem os neurónios, e assim  a prosa acontece. Mas tenho que reconhecer a dedicação do nosso El GPS , pois senão desafia o Artur para procurar novos trilhos , jamais encontravamos uma gruta e novos trilhos bem perto de nós e que pelo menos há  5 anos ( desde que cheguei aos TSFs) era obrigatório serem descobertos. Proponho que durante o mês de Maio estes trilhos sejam bttados várias vezes e criada uma cache TSFs em tal lugar.
PS: E temos que passar lá numa noturna.
Sem imagem de perfil

De D'Armindo a 06.05.2015 às 22:30

Parabéns a todos!
Bom regresso Sérgio.
Lindas paisagens. 
Apenas a lamentar a avaria do CC.
Ansioso por regressar ao pedal com os TSF.


Iremos trabalhando em backstage!

Comentar post



Sobre nós

Neste blog um grupo de amigos irão falar das suas vivências tendo como fundo uns passeios de bicicleta. À conquista da natureza, ganhando saúde.

MEO Kanal



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Visitantes

Site Meter

Os meus visitantes