Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Trilhos Sem Fim no trilho do moleiro

por Trilhos Sem Fim, em 30.10.16

Dizia assim o alerta no sábado: Atenção, amanhã é dia de BTT, mas ao contrário de muitos domingos, amanhã reunem-se um conjunto de oportunidades que só ocorrem de 77 em 77 anos, e quem não aproveitar vai dar trambolhões durante 7 anos seguidos... pelo menos...

E dizia ainda:

Amanhã é o último Domingo de Outubro de 2016, é Lua nova, está bom tempo, ainda é altura de levar manga curta, é o fim do horário de verão e pode ser que haja pastel de nata com regresso pelos trilhos de Santa Catarina ou quaisquer outros!

Com todo o quadro que ameaçava desgraças e sete anos de trambolhões houve quem ameaçasse faltar mas tenha comparecido, não fosse o Diabo tecê-las e depois abandonou mais cedo. Mas foi e livrou-se de boa! Curioso mesmo é que ninguém combinou por forma a sermos treze amigos em tempo de lua nova... e os supersticiosos perceberam que nem sempre luas novas e trezes são sinônimo de azar porque correu tudo muito bem mesmo até o assentamento do PS que se levantou mais rápido do que caiu. Não está registado em filme porque o nosso amigo AF prefere filmar os primeiros e menosprezar os últimos e o PS era penúltimo...

Mas sorte mesmo foi os dez que terminaram terem todos cumprido o trilho do moleiro (corrigido no obstáculo mais perigoso) com distinção e sem interrupções! Nunca este cronista esperou tão ansioso pelo filme... sentia-me confiante e não quis borrar a escrita e ser somente eu a parar! Foi simplesmente espectacular.

Fomos treze à saída e dez à chegada depois de terem saído dois companheiros e mais tarde um terceiro imediatamente antes do trepanço à Maunça.

Não houve pastel de nata mas sim pedacinhos de bolinho na pastelaria do Arrabal onde, esperávamos, o CC podia superar o facto de ter-se esquecido da carteira. Debalde. Ficam os agradecimentos ao mecenas AJ dos ChouBikers que veio acompanhado de outro colega contribuir para o TREZE.

Tal como previsto no sábado era e foi domingo soalheiro e de verão de S. Martinho que ano após ano é mesmo quase verão e não somente tempo de tempo melhor.

Na próxima semana (com feriado e ou ponte recuperados...) haverá quem vá pedalar e espera-se que a tradição das nocturnas de quinta não seja interrompida.

Domingo haverá mais e talvez já chova...

Alipio Lopes

Clicar para ver foto

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:33


9 comentários

Sem imagem de perfil

De Cláudio Costa a 31.10.2016 às 17:57

Boa crónica Alípio, a fazer justiça ao bom domingo de BTT que também tivemos. Bom tempo, boa equipa, boas subidas e um novo single a descer que merece ser visitado mais vezes.


Boas fotos e espero pelo ansiosamente pelo filme, como todas as semanas :)


Amanhã vamos a Ourém, 8h35 no PR.
Sem imagem de perfil

De José Cardinhos a 31.10.2016 às 18:42

Começo por louvar a boa crónica e fotos, de uma boa e linda manhã de BTT. Excelente companhia, boa disposição e alegria, numa volta que me pareceu muito boa.
Deixo um agradecimento ao Amílcar pelo pagamento dos cafés, livrando assim o CC de uma desculpa de mau pagador, ha!ha!ha!
Amanhã lá estarei para irmos até ao castelo de Ourém, que já faz tempo que lá não vamos!!!! E vai uma ginjinha.
E venha o FILME.
 
Sem imagem de perfil

De Cláudio Costa a 31.10.2016 às 20:35

Artur, grandes planos de filmagem, até pelo buraco de uma pedra filmas, tens de tentar por um buraco de uma agulha :)
Sem imagem de perfil

De Nuno Gonçalo Santos a 31.10.2016 às 23:31

Uma bela manhã de Domingo! Fiquei de barriguinha cheia com os sempre maravilhosos e frescos trilhos da Curvachia. Tive pena de não vos puder acompanhar até ao fim e testar o maravilhoso trilho do Moleiro mas deveres familiares assim o impunham. Pareceu ter uma bela imagem mas não tenham pena de mim, que aproveitei para regressar a casa via Galinheiro, que também estava excelente.

Para fechar, a sempre excelente prosa do Alípio e as fantásticas imagens do Artur.

Amanhã há mais!
Sem imagem de perfil

De Alípio Lopes a 01.11.2016 às 22:08

Sempre a mesma pobreza de participação. Treze a pedalar, um a escrever e quatro comentários de três participantes. Não acham mesmo pouco?!!'
Sem imagem de perfil

De Rui Gaspar a 02.11.2016 às 22:18

Este companheiro AL anda a "assanhar-nos" quer contraditório e vai ser agora mesmo. Amigo AL se até dia 01.11.2016 ás 22:08 só havia 4 comentários não significa pobreza de participação. ponto. significa que nem todos tem a tua disponibilidade e inspiração para estar sempre a "postar". A oportunidade de comentar está sempre disponivel até ao minuto antes da próxima reportagem. Eu elogio e aprecio a tua dedicação a este nosso forum, dos TSFs, mas também o RP e o AF dedicam tempo para que este forum tenha vida e não "resmungam" por não obterem comentários ao trabalho de fazer  e editar fotos e video. Tens que perceber que o blogue dos TSFs não é o teu FB. É mais importante conseguir reunir 10 ou 15 para pedalar que para comentar o texto . Hoje fico por aqui,mas ainda vais ter que me ouvir mais sem direito a fazeres birra. Heheheeee.
Sem imagem de perfil

De Alípio Lopes a 05.11.2016 às 08:27

ATAQUE
* Este companheiro AL anda a "assanhar-nos" quer contraditório e vai ser agora mesmo. Amigo AL se até dia 01.11.2016 ás 22:08 só havia 4 comentários não significa pobreza de participação. ponto. significa que nem todos tem a tua disponibilidade e inspiração para estar sempre a "postar". A oportunidade de comentar está sempre disponivel até ao minuto antes da próxima reportagem. Eu elogio e aprecio a tua dedicação a este nosso forum, dos TSFs, mas também o RP e o AF dedicam tempo para que este forum tenha vida e não "resmungam" por não obterem comentários ao trabalho de fazer  e editar fotos e video. Tens que perceber que o blogue dos TSFs não é o teu FB. É mais importante conseguir reunir 10 ou 15 para pedalar que para comentar o texto . Hoje fico por aqui,mas ainda vais ter que me ouvir mais sem direito a fazeres birra. Heheheeee.
* DEFESA
Todos os que me conhecem sabem que posso não dar mais nada mas dou sempre a cara e por isso aqui vão algumas reflexões que valem o que valem mas que tinham de ser expelidas....
Assim... uma coisa é o contraditório, outra completamente diferente é o provocatorio, que possa roçar o vexatório e não chegou a ser o caso.
Uma coisa é argumentar e dizer-se, não tens razão, não concordo contigo ou, até!, o que queres sei eu. Outra é trazer à colação argumentos e temas que não podem aqui ser chamados porque, assim, não bate a bota com a perdigota. Isto porque há diferenças substanciais Entre fornicar e rachar lenha tal como Entre agricultura e belas artes.
O nosso amigo RG, carregado de boas intenções (das quais se diz estar o inferno cheio...) entrou de pés juntos e não podia deixar de ter a minha adequada resposta.
Terá razão em quase tudo excepto quando diz: a) que tenho mais tempo que os demais, e não é verdade porque juro que só me são dadas 24 horas por dia e tal como as mesadas cada um usa o tempo como pode, sabe ou quer; b) que quero usar o nosso blogue como se fosse o meu Facebook e que não usarei o dito cujo como entende que deverá ser usado. Não considero que possa estar certo.
Não é a primeira vez que é questionado o meu "life style" no Facebook e no uso dos tempos mas é a primeira em que se faz e - pior! - fora do contexto.
Acontece que desde pequeno me foram incutidos alguns princípios - pese embora a quarta classe em adulto do meu saudoso pai - e que mais ou menos dizem que podemos usar ceroulas aos corações, às bolinhas ou de escocês e ninguém tem nada a ver com as nossas escolhas, opções ou estilos de vida desde que nunca questionemos ou desrespeitemos os outros sobre as suas. E eu nem posso ser acusado disso nem sequer de fazer uso idiota do FB do género "qual seria o nome que Deus te daria", "como seria se fosse uma estrela", "como seria se fosse um sobreiro" ou "quais os seus melhores 20 amigos", etc. procuro usá-lo o mais responsavelmente que posso e sei.
É claro que com isto não quero melindrar o divertido bom amigo e enorme companheiro que unanimemente reconhecemos todos no RG porque já o disse algumas vezes, só conheci mais elevados níveis de camaradagem e de solidariedade na Marinha Portuguesa. Contudo, como quem não se sente não é filho de boa gente, tinha que responder mesmo correndo o risco do exagero.
Duma coisa podem ficar todos seguros: nunca mais voltarei a queixar-me ou a lamentar, que é palavra mais certa, sobre a reduzida participação dos que leem as crónicas, sejam elas as minhas ou não. Isso o RG conseguiu com todo o mérito porque percebi, finalmente!, que provoco melindre com o tema. Só quero estar certo de que não provoco outros melindres e peço o favor de mos enumerarem -caso existam- para que possa corrigir a agulha. Porque um grupo é um grupo, às vezes tornamo-nos em dois (como no dia 1/11/16) e continuamos a ser autenticamente dois subgrupos com o mesmo lema do grupo único. Foi esse o caso quando decidi seguir os velozes PCC, RP e RG e a dada altura quase dizia mal da minha vida...
Não quero ser responsável por qualquer alívio na coesão deste grupo fantástico que já me deu tantas horas, dias, semanas de prazer e dores musculares. Irei procurar maior comedimento mas continuarei a usar o meu tempo e o meu Facebook como até aqui. Quem não quiser ver as minhas emissões, desliga e não comenta ... e termino com um enorme ehegehehe e um gigantesco FFFFFRRRRRRAAAAA TSF!
Post scriptum: quando entender que deverei deixar de ter o enorme prazer dominical de escrever - por inutilidade - fa-lo-ei sem aviso prévio.
Sem imagem de perfil

De Rui Gaspar a 07.11.2016 às 10:54

Companheiro AL , tenho com toda a humildade de me resignar á minha ignorância, estava longe de imaginar que o meu contraditório te levasse a tão profunda reflexão e longa resposta. Só uma verdadeira amizade nos permite esta liberdade de comentários mútuos sem nos melindrar-mos. Este é um espaço criado para nos divertir-mos entre as pedaladas de cada domingo , também como tu apelo aos outros companheiros TSFs que venham mais vezes até aqui publicar umas lérias. Se apenas cultivam o físico, pedalando, deixam adormecer os neurónios. Um abraço e uma ginja a todos.
Sem imagem de perfil

De Leonor Capitão a 18.05.2017 às 14:46

Boa Tarde, atletas :)
Podem me indicar sff onde se situa o afamado "Trilho do Moleiro"?
Já descarreguei o vosso track que conto percorrer, mas gostaria de saber onde se situa esse trilho.
Agradecida e continuação de boas pedaladas ;-)

Comentar post



Sobre nós

Neste blog um grupo de amigos irão falar das suas vivências tendo como fundo uns passeios de bicicleta. À conquista da natureza, ganhando saúde.

MEO Kanal


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D


Visitantes = 160.000 +...