Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Poucos mas bons, By Trilhos Sem Fim

por Trilhos Sem Fim, em 25.07.21

Na hora e local do costume, reuniram-se 5 aventureiros para a volta domingueira. Dois Pros, duas Eléctricas e eu... O tempo encoberto e a promessa de chuva não foram suficientes para demover estes trilheiros. JC anunciou antes da partida, que estaria de serviço à grelha para o almoço de família - tinha de chegar cedo. Foi como um pronuncio de uma volta "rápida", mas mantendo os 3 dígitos na altimetria. Iniciamos então as pedaladas direito à mata da Curvachia. ... de resto, quem me conhece sabe que não primo pela boa localização. Sei que passamos pela Stª Catarina da Serra, Trilho do teimoso, e... lembrando alguns trilheiros a banhos, concluímos a volta vindo pelo galinheiro 😊 Subimos bastante, provando a "regra": em caso de dúvida, sobe-se.... e se houve muitas dúvidas... Tivemos uma companhia constante: a água. Umas vezes em forma de leve neveiro, outra em forma de chuviscos. Nada que fizesse desistir. Enfim, uma bela volta bastante molhada, mas muito catita. NOTA: O autoeleito fotógrafo não teve forma de registar alguns momentos, porque quando conseguia aproximar-se do restante pessoal, já eles estavam a ansiosos por arrancar. Boa semana para todos. Carlos Máximo

publicado às 19:22

Dia especial até à Pia By Trilhos Sem Fim

por Trilhos Sem Fim, em 18.07.21

Neste domingo 18 de julho, à hora habitual, o grupo foi-se reunindo na copa do grande pinheiro manso que ladeia o parque de diversões de São Romão. Hoje eram cerca de duas dezenas de trilheiros, m número superior ao que tem sido habitual nestes últimos tempos, fazendo crer que algo pudesse acontecer e necessitasse de ser recordados por muitos.

Após alguns minutos de conversa iniciámos a marcha, já o sol ia alto, apesar de envergonhado atrás das nuvens densas, proporcionando uma manhã fresca de verão, propícia ao btt.

Chegados ao lugar de Fontes, optámos pela margem esquerda do rio Lis onde captámos as belas imagens das águas aprisionadas na pequena represa, que cria um magnifico espelho de água límpida. Um breve lamento já que ao chegar à foz, na praia da Vieira, a cor é mais escura.

Contornámos a serra e logo atingimos o cume da Barrozinha. No interior da mata, o nosso primeiro encontro com dois trilheiros, há alguns meses ausentes do grupo, mas que mantêm o espírito TSF e envergam as melhores vestes para a prática de BTT que conheço, as dos Trilhos Sem Fim.

Subida após descida, a velha sina dos bttistas, dou por mim no carreiro do calhau solto e rolante que nos conduz à Pia do Urso. No topo, fui aconselhado vivamente, quase admoestado, a seguir o guia oficial, Zé Cardinhos, e o guia acessório Cláudio. Passei à porta do café onde é habitual saborear o pastel de nata e a bica da ordem e nada de parar, mas contornada a curva eis que a visão muda. Era a cúmplice do CC, que organizou tudo em segredo e que vinha festejar connosco a 5ª dezena de anos do marido e nosso grande companheiro o Cláudio Costa. Que bela vista e que rica mesa, com bolos, água, coca cola e montes de cerveja gelada. Um festim.

Tudo perfeito, mas que poderia ser melhorado, e foi, já que convidaram para participar nos festejo o grande, mas grande, TSF Sérgio Ferreira, El GPS para os amigos: o verdadeiro diamante no anel, ou cereja no topo do bolo.

Que bela manhã, cheia de boas surpresas e algumas bebidas disponíveis.

Parabéns, CC, que faças muitos com saúde!

Rui Passadouro

 

publicado às 18:23

A nossa volta de hoje teve algumas surpresas, para variar da pedra da serra, fomos para sudoeste orientados pelo Cardinhos e aqui e acolá com a ajuda do Amílcar que nos presentearam com uma barrigada de single-tracks para os lados da Maceira. Trilhos já conhecidos de uns e novidade para muitos outros, trilhos muito agradáveis de fazer, muito bem mantidos e com bonitas placas de sinalização. Assim dá gosto, sobretudo quando a companhia também é boa, e hoje éramos 11 com vontade de aproveitar a amena manhã de domingo. Ainda não tínhamos chegado ao nosso objectivo e ali nos Parceiros uma queda derrubou um de nós, tendo feito algumas mazelas mas que, depois de recomposto não impediram de terminar a volta.

Já depois de percorridos alguns dos belos trilhos e tiradas algumas fotografias de grupo nos locais já propositadamente preparados para tal, onde até já está instalado suporte de telemóvel para a foto, e entre a alegre proza do costume que faz com que estas nossas manhãs de BTT sejam o que são, já se falava em café, que por estes dias de verão por vezes acontece ser com sabor a malte fermentado. Mas hoje não tivemos direito a esse luxo, não se atravessou nenhum no nosso caminho e hora da banana chegou entre os ditos trilhos, como disse o nosso orientador “hoje bebem água”.

Repostas as energias, entrámos novamente nestes prazerosos single-tracks tão bem limpos e cuidados, e com uma diversidade tal que nos permitiu desfrutar ao máximo, ora aproveitando o gozo de serpentear por entre a vegetação e com a necessária destreza técnica para não nos aperarmos nas várias subidas e descidas que surgiam ao virar da curva, ora aproveitando para descer alguns deles mais velozmente, foi com pena que não os conhecemos todos, acredito terem ficado ainda alguns por conhecer, merecem por isso serem destino nosso em próximas oportunidades.

Havia que rumar a Leiria, que o domingo não é feito só de BTT, e assim foi para terminarmos a nossa volta no local oficial deste grupo onde chegámos depois de cerca de 50km pelas 12h35, e onde tivemos nova surpresa e nos “vingámos” dessa lei seca de “hoje bebem água”. Aguardava-nos o Hugo depois do seu treino matinal apeado, e eis que para surpresa de todos se juntaram a nós a Sónia e o Endy, conseguimos assim terminar em grande, comemorando a amizade e tirando o pó da garganta com o tal malte e marisco de sequeiro! Excelente manhã.

Tenham uma boa semana de trabalho ou de férias e até 5ªfeira à nocturna.

Cláudio Costa

publicado às 17:52

Fomos provar o pastel de nata da Pia do Urso

por Trilhos Sem Fim, em 04.07.21

Crónica a cargo do CC, mas não hoje :)

publicado às 23:52

A volta dos 6... dos 5/6/4!

por Trilhos Sem Fim, em 27.06.21

Uma manhã mais fresca... e a vontade de pegar na BTT, para trilhar no nosso belo quintal, era o mote para, com muita vontade, levantar cedo!

Pelas 8h36H, 6 trilheiros, davam saída do PR. Aquela hora sabiamos que já não apareceriam mais companheiros. Percebiamos, antes da primeira pedalada que a bike do CC, tinha um problema no pedaleiro. A vontade de aproveitar a manhã era tão grande, que deu resistência à ideia, que aquele problema se atenuaria, com o andamento. Rumamos sentido Curvachia, que acabamos por abordar, mas desta feita por via diferente da habitual. Ótimos trilhos!

Contudo verificou-se que o problema da bike do CC, agravava, pelo que passamos a ser 5, já próximo do Arrabal. JC liderou e sem que parassemos ou repetissemos trilhos, também não nos afastou muito desta terra, permitindo o regresso do nosso companheiro, agora numa outra montada... mais pequenina!! :) (voltamos a ser 6!)

Aproveitamos um local aí também já nosso conhecido, para o café e pastel de nata matinal! Que bem que soube!

Pelas 11h, dois parceiros, de quem nos despedimos, depois de fazer uma "ainda mais rolante" Vale Maninho, tiveram de fazer o seu regresso a casa, e passamos a ser 4.

Tínhamos à nossa espera a Serra da Maunça, que com ânimo fizemos, agora conduzidos pelo nosso RM. Uma ótima manhã, rematada cedo no local do costume, com 1000mD+ e próximo de 50km, com um bom e continuado registo de andamento.

De notar o estrangulamento de muitos dos trilhos, notando-se o crescimento rápido das silvas e vegetação em geral, propiciada pela humidade e sol que se tem feito sentir, nas últimas semanas... deu azo a alguns riscos na "pintura" :)

Mais uma ótima manhã à TSF! 

David Armindo

GOPR0352.JPG

GOPR0353.JPG

TSF1.jpg

 

publicado às 17:54


Sobre nós

Neste blog um grupo de amigos irão falar das suas vivências tendo como fundo uns passeios de bicicleta. À conquista da natureza, ganhando saúde.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D


Visitantes = 160.000 +...



Últimas voltas

Activities for Trilhos Sem Fim (Cláudio)

Países Ciclados

Create your own visited countries map or check out the JavaScript Charts.