Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




TSF festejam a Liberdade pedalando livremente...

por Trilhos Sem Fim, em 25.04.13

Oito trilheiros saíram em direcção à Maunça onde já não iam há algum tempo. Passaram por Vale Maninho e foram até Fátima.

Num dia em que, acima de tudo o mais, comemoramos a Liberdade foi imbuídos desse espírito que pedalaram, capacetes ao vento (que o cabelo vai escasseando…) até ao ponto mais alto e daí, quais meninos traquinas, decidiram ir deliciar-se com uns pastéis de nata em forma de coração, por sinal deliciosos. São parecidos, curiosamente, com os do Álvaro diferindo embora no seu formato original e amoroso.

No regresso, em Santa Catarina, decidiram, por sugestão do Cardinhos - que tem por ali perto uma série de propriedades, herança da sua esposa, e também nove oliveiras num parque de merendas público -, ir para o lado oposto ao vale de Santa Catarina. Em boa verdade a sugestão foi excelente porque os trilhos foram fantásticos e muitos deles carregados de estórias de vida da esposa do nosso companheiro.

Também por isso enfiaram por um single absolutamente louco que já há muito não deve ser frequentado de tal forma que está quase fechado. Escusado será dizer que a coça de silvas, giestas e mato em geral deixou marcas subtis em todos. Apesar disso um luxo.

Já em zona rápida de pedra de coeficiente de dificuldade média alta o nosso amigo David Armindo foi surpreendido por uma braça de carvalho atravessada no seu caminho que o fez tombar com algum aparato. Chegou com dificuldades óbvias ao Parque Radical onde todos nós lhe recomendámos que passasse no Hospital para ser observado. Não sabemos se o fez ou não mas desejamos a sua rápida recuperação.

Para a história fica o acidente, 44 kms percorridos a uma velocidade média de 15,3 com o pico máximo de 52. Em alcatrão, claro.

Neste dia de Liberdade eu julgava que ia estar livre da enorme responsabilidade de escrever mas o David, que é o redactor principal, magoou-se precisamente no ombro direito. E, para azar meu, não é canhoto. Conheço tantos canhotos e logo ele havia de ser destro…

Se fomos livres para pedalar neste dia especial foi também por liberdade que passei uma boa parte da tarde deste dia a abater, esfolar e preparar os coelhos que prometi, mal nasceram, estarem destinados a serem degustados por todos os elementos dos Trilhos Sem Fim. Vai ser amanhã. E no domingo Chanfana, na rota da dita. Que isto não pode ser só pedalar…

Alípio Lopes

 

 

 

Tags:

publicado às 17:57


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Sobre nós

Neste blog um grupo de amigos irão falar das suas vivências tendo como fundo uns passeios de bicicleta. À conquista da natureza, ganhando saúde.

MEO Kanal


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Visitantes = 160.000 +...