Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Passeio à Pia do Urso

por Trilhos Sem Fim, em 08.09.13

O dia de hoje iniciou-se com a espera do nosso repórter de imagem. Durante esse tempo foi aproveitado para colocar a conversa em dia: Experiências da última noitada em cima da bike (por sinal muito cansativa para alguns), ideias para novos percursos, etc.

Quando já estávamos a ficar "inquietos" com a espera, lá apareceu "D.Sebastião - o desejado" "cavalgando seu Rocinante" - bom... não batem certo com as histórias, mas a imagem criada é bonita.

A decisão tomada para a volta de hoje foi: Pia do Urso. Bom para alguns, mas calvário para os que têm andado na balda.

Logo á saída ficou demonstrado como iria correr a viagem: ainda em frente do Isla, o grupo mais regular já levava um avanço de 200m... enfim, tiveram que parar algures mais à frente.

Das Cortes passamos para as Fontes, e depois para o Reguengo. Sempre com o grupo mais rápido a puxar pelo mais lento. Bom, o grupo mais lento era apenas um elemento que levou demasiado tempo para voltar às "lides" de Domingo de manhã. Valeram as esperas "cirúrgicas" feitas pelo pessoal, e pela companhia de alguns outros elementos.

 Como sempre, os "empenos" esperavam por nós, para testar a forma física de cada um.

A subida à Pia, ainda perto da antiga pedreira, tem uma vista fabulosa. Já mais junto ao destino final, entramos nos trilhos marcados do Centro de BTT da Batalha, que serpenteiam por uma mata refrescante e sossegada.

Chegados à Pia do Urso, fomos à procura dos pastéis mas estes ainda estavam no forno.

A paragem serviu para retomar o folgo, deitar mais dois dedos de conversa fora, e combinar o percurso de volta.

Em seguida veio a melhor parte: descidas à fartazana! Houve para todos os gostos... até a conhecida "vibro plate" - uma descida que dá para soltar tudo o que venha solto (menos os carrapatos que se tinha agarrado às nossas pernas).

Passado pouco tempo, alguns elementos desapareceram pela habitual necessidade de chegarem a horas...

Antes de chegarmos houve ainda um furo, com a necessária mudança de câmara-de-ar.

No fim, alguns foram fazer alguns "alongamentos", em companhia de alguns Sucatas, numa cervejaria perto.

Carlos Máximo

 

publicado às 23:13


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Sobre nós

Neste blog um grupo de amigos irão falar das suas vivências tendo como fundo uns passeios de bicicleta. À conquista da natureza, ganhando saúde.

MEO Kanal


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Visitantes = 160.000 +...