Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Trilhos Sem Fim - Pia do Urso no final de 2013

por Trilhos Sem Fim, em 29.12.13

Uma dúvida… as diferenças no GPS entre acumulado de subida e descida…

Hoje coube-me a mim… já que me ofereci, a malta não perdeu a oportunidade de me praxar! E que bela praxe, ou melhor, que belo modo de terminar as voltas domingueiras dos Trilhos sem Fim.

Eramos muitos à partida (se não me falha a memória 11)! Está bem… se calhar não tantos como outros domingos, mas comparando com as duas últimas quintas-feiras… Equipados com Trek só havia um! Bem, cada um na sua!

Arrancamos depois de aplicar a tolerância e eis que alguém se lembra do Hélder… Olhando para a circular de Leiria avistam-se uns ciclistas, mas não era o Hélder, pois não havia algazarra… Pelos vistos o menino estava na caminha!

Destino traçado, Pia do Urso! Boa escolha, para dar cabo das rabanadas, sonhos e pinga a mais da quadra natalícia.

Fizeram-se ao caminho os dez magníficos do dia, pedalando a bom ritmo, mas com as mãos geladas. Eis que alguém se lembra de deixar um presente com faxe para os lados das fontes. Dizem as más línguas que pelo aspeto do traseiro do Rui Gaspar, ou não teve tempo de limpar ou fez em andamento… não se preocupem, pelo aspeto no final do dia todos nós fizemos em andamento!

Para chegar à Pia tem que se subir qualquer coisa… Bem, pelo menos havia alguém cheio de vontade de subir, e nas subidas o Alípio não teve companhia do laranjinha. A subida fez-se a bom ritmo e havia quem quisesse virar à direita na pedreira e continuar a subir, mas o resto da malta logo o colocou no devido lugar - quando começaram as descidas o Alípio teve companhia!

Na Pia do Urso houve lugar para o merecido repouso, com café, pastel de natal, figos e, para não fugir à tradição a bela ginjinha! Eram para ser apenas nove (a Paula e moi recusaram), mas eis que apareceram 10 copos e eu tive que me chegar
à frente (um enorme sacrifício…). O amigo Joaquim teve a gentileza de oferecer a ginjinha e logo houve um brinde a mais pedaladas dos TSF no ano que se avizinha.

            E na Pia surgiu a questão filosófica do dia. O nosso presidente estava intrigado como era possível, na sua voltinha de ontem, tendo iniciado e terminado no mesmo local, que o GPS desse mais metros de descida acumulada que de subida (deveria ser igual). Muitas hipóteses foram colocadas, mas a que mais pareceu reunir consenso foi a de que o GPS também bebeu uma ginjinha (chegado a casa e após breve pesquisa, aquilo que consegui apurar é que tal se deve à forma como cada GPS/software faz a contagem do acumulado, tanto é que ao carregarmos os track para vários software os acumulados não são sempre iguais, bem como o mesmo GPS repetindo a mesma volta também não dá a mesma altimetria).

Deixando o descanso e iniciando o regresso a bom ritmo, lá subimos outra vez. Quando nos preparávamos para iniciar uns tracks mais sinuosos e ao gosto da malta dos trilhos, eis que um cromo mais zeloso pelos calhaus que são sua propriedade, cortou o trilho, levantando um pequeno muro… Eu não sei quem foi, mas o track rapidamente ficou operacional. E daqui para a frente foi sempre a bombar!

O regresso a Leiria fez-se por Santa Catarina da Serra, com uma descida até ao Soutocico pelo Vale Maninho. Foi uma descida sempre a esgalhar, com muita lama e diversão. Quanto aos nove malucos que iam à minha frente eu apenas vislumbrava o Nuno de vez enquanto, mas eu e o Alípio divertimo-nos à brava (finalmente o Homem tem companhia nas descidas).

Quanto à parte final do passeio, parece que eu perdi uma descida ainda melhor, a Senhora da Encarnação, mas como já se fazia tarde tive de me separar do grupo!

Uma coisa é certa, foi um passeio em beleza para nos despedirmos do ano de 2013! 

David Silva

Passeio visto do Heli dos TSF . AQUI

Também em meo Kanal 490904

publicado às 21:28


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Sobre nós

Neste blog um grupo de amigos irão falar das suas vivências tendo como fundo uns passeios de bicicleta. À conquista da natureza, ganhando saúde.

MEO Kanal


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D


Visitantes = 160.000 +...