Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Passeio ao Arrabal e Soutocico

por Trilhos Sem Fim, em 01.07.12

Já há algumas semanas que não tinha o prazer de acompanhar os meus amigos no desporto preferido de domingo, o BTT. Sim, foram mais de duas semanas, uma eternidade.

De manhã, bem cedo, mas com o sol já alto, num brilhante firmamento azul, encontrámo-nos no sítio tradicional. Após uma primeira hesitação, decidimos ir apanhar um dos companheiros ao Arrabal. Até lá escolheríamos os melhores trilhos.

Passámos o Vidigal, por estrada, e entrámos na Curvachia. Subimos pelo caminho de cascalho muito solto, sempre a esperar por aqueles que, apreciando a paisagem se atrasam. Fomos atualizando as conversas por entre meia dúzia de pedaladas, monte acima. Já lá no alto, com a Maunça no horizonte, descemos velozes encosta baixo. A brisa agitava os fatos. Pelas frestas do capacete o vento, suave, arrefecia as cabeças cobertas de suor. Que experiência agradável. Por ali abaixo seguimos velozes.

Já na estrada, iniciámos o reagrupamento. Nisto cai alguém! Preocupados, os trilheiros foram-se aproximando. Tentaram aperceber-se da gravidade das feridas. Felizmente não passou de alguns arranhões. As bikes também não sofreram estragos de maior. Finalmente a paz. Podíamos seguir o passeio e disfrutar de uma bela e solarenga manhã de verão.

A mim e ao Artur é que ficaram a doer os joelhos e os braços!

Por entre os suspiros da dor e da mágoa de uma queda, descemos e voltámos a subir até ao Arrabal. Após o café da manhã na casa do Claúdio, fomos disfrutar dos trilhos do Sérgio & Companhia. Muito bom!

Como o tempo sobrava decidimos visitar a Senhora do Monte. Descemos pelo trilho de um recente passeio de btt, organizado pelo pessoal das Fontes. Trilho muito técnico, mas com uma paisagem de arrepiar. Fenomenal!

Só falta a descida do galinheiro, dizia alguém. Quem?

Descemos pelo galinheiro, velozes como sempre. Resolvemos continuar a descida até à beira do riacho, agora a mostrar o seu leito seco, a contrastar com a vegetação exuberantemente verde.

Saímos da Curvachia junto ao Vidigal, com sempre. Após no inteirarmos da situação de saúde do nosso gps, rolámos suavemente até ao parque radical.

Já no parque, cada um seguiu o seu caminho, sem antes prometer que na próxima semana haverá mais convívio tendo como pretexto o btt.

Até!

Rui

 

  

 

 

Podem consultar o track GPS aqui GPSies

Tags:

publicado às 18:39

Pág. 2/2



Sobre nós

Neste blog um grupo de amigos irão falar das suas vivências tendo como fundo uns passeios de bicicleta. À conquista da natureza, ganhando saúde.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Visitantes =



Últimas voltas

Activities for Trilhos Sem Fim (Cláudio)

arquivo TSF no komoot


Coleção de Single Tracks que adoramos fazer


Países Ciclados

Create your own visited countries map or check out the JavaScript Charts.


Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D