Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Rota Vicentina - Junho 2015

por Trilhos Sem Fim, em 08.05.15

 

rota vicentina.jpg

 

Caros companheiros, como sabem, estamos a organizar a travessia anual do nosso grupo, e que este ano, ao contrário dos anteriores, será por terras lusas. Faremos a rota vicentina, desde Setúbal a Sagres em autonomia, nos moldes do ano passado.

À semelhança dos anos anteriores, a data prevista é na semana do 10 de Junho, feriado de Portugal, no entanto e perante alguma dificuldade de agenda, nomeadamente por parte de quem está a organizar esta travessia, e por forma a definirmos uma data que permita a participação de todos os interessados, estamos a organizar a travessia para os dias 9,10,11 e regresso na manhã de dia 12, sexta feira. Arrancaremos de Leiria na madrugada do dia 9, em carrinha com destino a Setúbal, local onde iniciaremos a nossa aventura fazendo a travessia de barco até Tróia. Faremos uma média de 100Km por dia, com altimetrias não superiores a 1400D+, com excepção do terceiro dia em que deixaremos cerca de 20Km, desde Vila do Bispo até Sagres, para a manhã do dia 12, dia de regresso a Leiria, evitando assim fazermos a viagem de regresso na noite de 5ªfeira, depois de um longo dia.

Estamos neste momento a contactar entidades, nomeadamente Bombeiros Voluntários, com o objectivo de definirmos os locais de dormida em Santiago do Cacém, Odeceixe e Vila do Bispo, também no registo dos anos anteriores, em autonomia e “low cost”.

Para concluirmos a organização desta travessia, e tendo em conta que falta apenas 1 mês, é urgente que se pronunciem neste blog, manifestando a intenção de participar e/ou com sugestões sobre a mesma.

Aguardamos os vossos comentários!

 

A Equipa organizadora (CC e DA)

publicado às 01:12

Em dia da mãe, 9 trilheiros se juntaram no local habitual para, como prometido, conhecer novos trilhos e apanhar aquela que esperamos, seja a última molha de BTT deste Inverno, ou não…
O destino já estava traçado, a volta seria para o lado do Arrabal onde graças ao Artur e ao nosso El GPS iriamos conhecer novos trilhos desbravados na sexta-feira! Assaltou-nos logo duas emoções, um sentimento de alegria, pois pensámos, é agora que o El GPS volta a pedalar connosco e a presentear-nos com novos trilhos e com o seu bom humor! E o outro sentimento, claro está, de preocupação, será que os trilhos novos foram descobertos antes ou depois das 11h! Hehehe, quem nos conhece sabe bem a que problema me refiro… Arrancámos alegres e contentes, uns com, e outros sem, impermeável. Frio não estava, mas a chuva prevista acabou por vir, mas não em demasia, mal deu para molhar. Chegados ao Vale Maninho, subimos por um single já conhecido, mas que não sei porquê, é pouco usado por nós, o que não se compreende, pois é bastante agradável, mesmo a subir como o fizemos hoje. Já perto do final, fizemos uma incursão à direita, e agora sim, cheirava a caminhos novos, fomos subindo e eis que tivemos o famoso momento el GPS, o momento 11h, mesmo não sendo ainda 11h, desta vez protagonizado pelo seu enviado Artur, resolvido o problema e encontrado o caminho certo, depressa estávamos a apreciar um algar, local imediatamente escolhido por unanimidade para "plantar" aquela que será a geocache dos “Trilhos Sem Fim”. Tal como há uns anos, voltámos a interrogarnos como descobre o GPS estes caminhos, houve quem alvitrasse que certamente seria quando anda a procurar ervas para o laboratório, será!!! Daí até à Chainça foi sempre a subir, e que subida, inclinada que chegue e longa, ninguém se negou e no final tivemos o merecido descanso a meter a conversa em dia. Perante tal desgaste foi decidido irmos à terra daquela que viu aparecer a MÃE, Fátima, serpenteámos por entre centenas de peregrinos que por esta altura ali afluem, e deliciámo-nos mais uma vez com os saborosos e grandes pastéis de nata de Fátima. E se uns os trouxeram no papo, outras houve que os trouxeram também no saco, melhor dizendo, numa caixa no regaço. No regresso, e ainda antes do túnel escuro, ouvi uns sons metálicos de algo a partir, foi o eixo pedaleiro da minha bike a sofrer uma avaria mecânica, que vulgarmente apelido de QCLD (Qualqer Coisa Lá Dentro). Perante tal avaria, que me impedia de pedalar, foi aproveitar a descida até ao Freixial passando pelo Vale Maior, e rumar até casa que estava perto, enquanto o resto do grupo regressou a Leiria atravessando a Curvachia, segundo julgo saber.

O Alípio continua ausente por baixa médica, mas telefonou e perguntar pelo grupo, esperava-nos no local habitual, é de salutar que mesmo quem não pedala, vá comparecendo no evento social que marca o final do BTT dominical.

Para quem pode, 5ªfeira à noite pedala-se, e se cumprirem com a tradição, em tempo de feira come-se pão, com chouriço, o Nelo que nos perdoe, mas são só 2 ou 3 vezes no ano!

Cláudio Costa

Clicar para ver todas as fotos

 

publicado às 22:30

Pág. 2/2



Sobre nós

Neste blog um grupo de amigos irão falar das suas vivências tendo como fundo uns passeios de bicicleta. À conquista da natureza, ganhando saúde.

MEO Kanal


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Visitantes = 160.000 +...