Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Manhã de BTT em dia de Maratona de Leiria

por Trilhos Sem Fim, em 13.10.19

Como habitualmente, começámos esta semana, da melhor maneira que sabemos fazer, e para quem está dentro do contexto, diria que a manhã de hoje, um pouco diferente do habitual, mas cumprindo à risca os estatutos implícitos dos TSF’s, foi como foi, graças ao nosso benjamim do grupo, o Rafael, me ter mandado ao chão há uns meses atrás, mas já lá vamos…

Logo à saída do Parque Radical, um pouco depois da hora oficial das 8h30, o grupo, unido como nos caracteriza, aceitou prontamente a proposta deste redactor e arrancámos fervorosos com o compromisso assumido de estarmos em Leiria por volta das 11h, mas sem deixarmos os nossos propósitos habituais, ter subidas, boas descidas, single tracks, conversa, gozar das belas paisagens da nossa serra, enfim, tudo a que temos direito aos domingos de manhã.

O André que há muito não nos fazia companhia, foi-nos mostrar um single track para chegarmos à Pan Am um pouco mais “a pique”, e fez bem, pois aquele trilho merece mais visitas, daí até ao Reguengo foi a saltar pedras pelo vibroplate, não falei da subida até lá acima, pois dessas já sabem como são, têm de ser feitas, mas hoje sofremos todos por igual, não houve “sapos”, as e-bikes fizeram gazeta. Mas mesmo com gazeta do nosso, agora, septuagenário Rogério, cantámos-lhe os parabéns bem lá alto da serra, no painel da Pan Am. É verdade, temos no grupo um “velhinho” que estimamos muito, poucos serão os grupos que têm amigos do pedal que vão dos 27 aos 70 anos… Continua Rogério e que nunca te falta bateria na e-Bike, queria dizer, pernas 😊

Ora havia que rumar a Leiria, mais precisamente para junto da meta da maratona de Leiria, junto ao Banco de Portugal, as 11h estavam a aproximar-se rapidamente, e o Mota, que também hoje nos brindou com a sua agradável presença, furou, o grupo separou-se e eu e o Hélder fomos andando enquanto os restantes ficaram a resolver a situação. O encontro seria então em Leiria, havia que estar na meta para este cronista ver alguns amigos e colegas de trabalho a terminar a prova de corrida e com eles brindar ao desporto, ao sabor de umas bebidas licorosas e uns bolinhos para acompanhar. Os motivos porque eu não os acompanhei na corrida todos os sabemos, e não tem a ver com procrastinação de treinos de corrida, é oficial, magoei-me no joelho, na tal queda de há uns meses, e só posso andar de bike, correr não me faz bem, e diga-se de passagem que também cansa muito 😊 Assim juntámo-nos dois grupos de atletas bem dispostos, corrida e BTT, passámos ali um belo momento de convívio e fomos acabar a nossa voltinha dominical da melhor maneira. Já com o grupo resumido a metade, visitámos a entrada do nosso castelo e o nosso doutor usando dos seus conhecimentos, proporcionou-nos a visita ao bonito espaço e edifício actualmente ocupado pela PSP, poucos conhecerão a grandeza e beleza daquele edifício e espaços envolventes, outrora Paço Episcopal de Leiria, cuja construção se iniciou em 1640 durante o bispado de D. Diogo de Sousa. Em 1807 por ocasião das invasões francesas, o edifício albergou o corpo militar que acabou por libertar a cidade das tropas francesas, e novamente em 1810, durante a terceira invasão francesa este paço episcopal voltou a ser saqueado e incendiado, o qual foi restaurado mais tarde, em 1811 pelo bispo D. Manuel de Aguiar, a história deste edifício é longa e desafio-vos a pesquisarem na net sobre o mesmo. Ainda sobre o bispo D. Manuel de Aguiar, nomeado em 1790 bispo da diocese de Leiria voltámos a falar dele no final da nossa volta sobre o hospital com o seu nome, quando nos detivemos no terreiro em frente ao palácio do Barão do Salgueiro, onde fizemos mais um curto momento histórico-cultural sobre a nossa cidade referente às desventuras de Eça de Queirós, cujo local de habitação ainda fomos visitar, antes da descida dos single tracks da Nossa Senhora da Encarnação. Com isto tudo não deixámos de fazer cerca de 41km com 700mD+.

Cláudio Costa

Manhã de BTT em dia de Maratona de Leiria

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:01

Trilhos Sem Fim vão a Fátima em dia de eleições

por Trilhos Sem Fim, em 06.10.19

Em dia de eleições e para que o voto fosse acertado, começámos o dia, não por votar, que para isso temos o dia todo, mas por fazer BTT pela nossa serra acima, desfrutando assim da tranquilidade da natureza para acabarmos o período de reflexão, até porque eleitor satisfeito e bem disposto vota certamente melhor :)

Fomos uma dúzia de trilheiros, grupo bem formado de dez TSF e outros dois amantes do BTT que hoje se juntaram a nós, e que arrancámos em direcção à Curvachia, o fresquinho da manhã fez-se sentir e a indumentária já obriga a mangas compridas ou a um corta-vento, mas só até à primeira subida, ali no alto da Curvachia depois da subida das raízes, já se despiam os primeiros corta-ventos e a manga curta afinal ainda não foi má opção. Atravessámos o campo de Famalicão e encaminhámo-nos para o vale da Senhora do monte e para o Vale Maninho, o destino estava traçado, havia que subir até Fátima, onde fomos repor as energias, físicas e espirituais, depois do café e do pastel e já no inicio da via sacra tivemos a primeira avaria, as mudanças do David A. deixaram de funcionar, apenas uma peça solta que rapidamente se apertou e seguimos caminho por aquele carreirito sinuoso que a todos deu gozo fazer. O ritmo que até aqui já era alto, apesar de ter sido sempre a subir, iria aumentar pois as descidas já se anteviam, ao passar junto à pedreira para deixar Fátima, o CMax decidiu colecionar pregos, na falta de caderneta, quis levar o prego no pneu traseiro, foi a segunda avaria de hoje, resolvida com uma câmara de ar, depois de gastos alguns CO2, slime e persistência. Aproveitando o prazeroso sol de início de outono dirigimo-nos para as Fontes. Ali antes da Torre e como já era a descer, e com um ou outro elemento a ficar para trás, o grupo separou-se, ao que este cronista percebeu, em 2 ou 3 grupos, isto a descer todos os santos ajudam e a malta perde-se, já quando é a subir, dá jeito esperarmos todos uns pelos outros, pois sempre se descansa :) Recorrendo aos telefones, o grupo rapidamente se reuniu ainda antes da Torre, tendo dois de nós rumado mais rapidamente a Leiria para não faltarem a compromissos, e os restantes divertiram-se descendo das Torrinhas até às Fontes. E daí até Leiria foi com os sprints habituais para ganharmos apetite àquelas que hoje foram degustadas ao lado do local habitual, por estar fechado para férias, mas que estavam igualmente refrescantes. Resumindo, foram 50km de prazer, com a bela da conversa habitual, 2 pequenas avarias e ouvi dizer que alguém caiu mas espero, que sem mazelas de maior.

Até 5ªfeira.

Cláudio Costa

 

Trilhos Sem Fim em Fátima no dia de eleições leg 2019

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:44


Sobre nós

Neste blog um grupo de amigos irão falar das suas vivências tendo como fundo uns passeios de bicicleta. À conquista da natureza, ganhando saúde.

MEO Kanal


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Visitantes = 160.000 +...