Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mais uma vez aceitamos o convite na nossa companheira de pedaladas para nos deslocarmos ao Ninho da Águia, persenti desde o inicio que não era grande coisa…espírito leonino deslocar-se ao ninho da “outra”… ia dar cocó de passarinho e assim foi… cada vez que nos encaminhamos para aquele local ,a kaput@ da águia faz o ninho em locais cada vez menos acessíveis.

Há hora marcada os TSF estavam no local combinado…não que as coordenadas colocadas no blog para lá nos dirigissem, mas o instinto encarregou-se…

Partimos com os nossos anfitriões…como simpáticos e amorosos que são, colocaram o pessoal logo a subir… escalando o alcatrão lá fomos à procura do dito Ninho… entre single tracks, trilhos e tralhos…estava feita a primeira parte do percurso… que classifico com um grau de dificuldade médio… Já o meu estômago não pensou o mesmo e resolveu que iria desistir antes de chegar ao reforço… não que a minha forma física não estivesse à altura, mas o tradicional…anda Cristina, acelera Cristina, trava Cristina, põe mudança Cristina…faz gomitar qualquer um!!!!

A Trilheira Edite tinha a logística montada…bolinho, café e moscatel disponível para os ilustres convidados….depois de um momento do habitual cumbibio onde todos os elementos não perdem oportunidade para tecer as suas baboseiras…partimos para uma segunda etapa de adrenalina constante…

Desta vez o destino era o Cabeço de Óbidos… esta segunda fase do percurso classifico como fácil…fácil de cair, fácil de esmurrar, fácil de furar, fácil de partir, fácil de enganar, fácil de desistir… a maior parte do grupo chegou ao destino, dois totós perderam-se e eu….eu não resistir a uma descida fantástica de alcatrão…as minhas pernas estavam a transformar-se em braços, o meu cérebro em pulmões e minha caixa cardíaca em intestinos… foi a minha salvação para não ter que accionar a assistência em viagem.

No local combinado esperei pelos companheiros que devido ao adiantado da hora já tinham perdido o espírito de grupo e zarpavam à medida das necessidades ao local de partida…para chegarem a casa rapidamente, antes que alguém lhes parta o nariz…

Termino a agradecer aos anfitriões por mais uma bela manhã de BTT, com a promessa de voltarmos porque mais uma vez a volta não ficou completa e ainda não foi desta que vimos a Águia…

O Manaia, o Palco da aventura, o Valsumo e mais alguns técnicos da área agradecem  o passeio porque amanhã sempre vão entrar uns trocos para combater a crise…

Lembro que dia 22 está prevista uma saída para visitar o festival bike Portugal 2011 – Santarém, seguida da tradicional sopa da pedra em Almeirim.

PS – um agradecimento pessoal ao Licínio.

Cris

AQUI o percurso, uma gentileza do Claudio

 

GPSies - Matas de Espite - TSF 16-10-2011

publicado às 20:38


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.10.2011 às 22:34

Que queda bem dada.
Até a cair é necessário ter classe...

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Sobre nós

Neste blog um grupo de amigos irão falar das suas vivências tendo como fundo uns passeios de bicicleta. À conquista da natureza, ganhando saúde.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D


Visitantes = 160.000 +...



Últimas voltas

Activities for Trilhos Sem Fim (Cláudio)

Países Ciclados

Create your own visited countries map or check out the JavaScript Charts.