Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Os TSF surgiram em fevereiro de 2008, num passeio até à Praia da Vieira.

Integram este grupo informal atletas das mais variadas profissões (Engenheiros, Médicos, Motoristas, enfermeiros, Gestores, Mecânicos), no entanto não existe diferença entre eles, já que aquilo que os liga é o gosto pelo desporto e a amizade. O leque de idade é muito amplo, dos 28 aos 70 anos, embora os indivíduos com idade superior a 45 anos sejam os mais assíduos.

As horas ao volante da bicicleta criam algumas dores musculares, e mazelas resultantes das quedas, mas também muitos sorrisos e amizade. Criou-se a família TSF.

Todos os Domingos pelas 8h30, chova ou faça sol, parte do Parque Radical de São Romão, em Leiria, o grupo de apaixonados pelas duas rodas que se desafia a encontrar novos trilhos de btt na região, enquanto conquistam a natureza e ganham saúde. Os passeios BTT noturnos, da quinta-feira, também têm a presença assídua de muitos de nós. A noite traz outra beleza aos carreiritos da floresta.

Com mais de 10 anos de atividade, deve haver poucos sítios que não conheçam, mas ficam sempre muito satisfeitos quando descobrem um novo. Preferem os caminhos da Serra e os single tracks, como Pia do Urso, Maunça, Curvachia, Fórnea, castelo de Ourém, Sicó, castelo de Pombal, mas esporadicamente também apreciam os passeios à beira do Rio Lis, até à foz, na Praia da Vieira.

Os tracks dos percursos são disponibilizados no blogue do grupo (trilhosemfim. blogs.sapo.pt) e sabemos que são utilizados por outros praticantes.

Alguns “Trilheiros” participam em provas, apesar da competição não ser o foco do grupo, sendo mais assíduos na participação de passeios orientados por GPS, os quais proporcionam mais o convívio quer interno no grupo quer com outros participantes. Recentemente um casal de TSF percorreram os Pirenéus, costa a costa. Outro sub-grupo TSF fez a travessia da Escócia e outro fizeram os caminhos de Santiago.

São um grupo também conhecido por acolherem novos participantes, os que acabam por se identificar mais com o espirito do grupo permanecem ao longo dos anos, e assim se vão criando novas amizades, renovando novos temas de discussão, etc.

De cada passeio fazem um registo fotográfico e um pequeno texto para enquadrar as imagens. Assim, criaram e alimentam:

Um blog: https://trilhosemfim.blogs.sapo.pt/

Uma página do FB: https://www.facebook.com/trilhossem.fimleiria

Um canal de TV: http://kanal.pt/#!490904

Canal Youtube: https://www.youtube.com/user/Trilhosemfim

Partilha de tracks: https://www.gpsies.com/mapThumb.do?username=trilhosemfim

RUI P

 

publicado às 16:20


12 comentários

Sem imagem de perfil

De Rui Gaspar a 19.08.2021 às 16:33

Parabéns ao autor do texto pela forma simples como descreve o que são os TSF- Trilhos Sem Fim, grupo de amigos que gosta muito e pratica o que pode BTT. Não sou dos fundadores, mas juntei-me quando conheci o grupo e hoje sou um fan incondicional, que até partilho um local da minha residência para os convívios e reuniões quando decidimos  estudar travessias mais demoradas. Que me perdoem alguns companheiros, mas tenho que aproveitar esta publicação que recorda a história deste grupo para elogiar a dedicação dos companheiros CC a preparar traks de GPS para as grandes travessias , o companheiro AF pioneiro nas reportagens fotográficas e de video ( agora ausente por precauções legitimas com a pandemia covid) e o companheiro RP com o papel de editor de video e muito carinhosamente apelidado por nós como nosso "director". Um agradecimento também a todos por não reclamarem o tempo que esperam por mim quando sou forçado a enviar faxes em plenos trilhos. Heheeee 

Comentar post



Sobre nós

Neste blog um grupo de amigos irão falar das suas vivências tendo como fundo uns passeios de bicicleta. À conquista da natureza, ganhando saúde.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Visitantes =



Últimas voltas

Activities for Trilhos Sem Fim (Cláudio)

arquivo TSF no komoot


Coleção de Single Tracks que adoramos fazer


Países Ciclados

Create your own visited countries map or check out the JavaScript Charts.


Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D