Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Às oito e quarenta e cinco, mais coisa menos coisa, partiram quatro trilheiros do Parque Radical em direcção a Pia do Urso. Porque eram poucos indicamos todos os nomes:  Rui Gaspar, José Cardinhos, Alípio Lopes e Pedro Santos. Não o fizeram a hora do costume porque esperavam que um outro companheiro viesse, conforme prometido. Não veio e foi pedalar a solo tal como o David Armindo.

Só saberão o que perderam quando virem a curta-metragem do nosso realizador suplente Rui Gaspar.

Foi determinado que em dia de festa do btt nacional na nossa região iríamos procurar, ou andar próximo, do percurso e isso aconteceu após o tradicional café no Bar da Pia. Não pudemos esperar mais que cinco minutos porque o realizador do dia ia de calções e manga curta e o dia revelou-se mais fresco do que ele previu.

Quando dali saímos, por trilho oposto ao da prova (para não corrermos risco de virmos a ser atrapalhados..), percorremos caminhos alternativos com ajuda do gps e fizemos uma incursão ao centro de um conjunto de mais de vinte colmeias onde aproveitamos para fazermos um pequeno filme que acabou, como poderá ver-se um pouco atabalhoado com um ataque aéreo que ainda produziu efeitos no tornozelo do realizador que viu ainda algumas das nossas amigas entraram-lhe dentro do capacete. Logo de seguida, outra incursão ao centro de muita pedra, tojo e carrasco num morro picado durante mais de dez minutos. Houve quem recordasse outros tempos e outro companheiro (gps) e gritaram alto que podia voltar porque já está perdoado. Tanta foi a dificuldade e a incerteza de para onde íamos... Os calções do Rui revelaram-se uma ótima escolha pois assim não correu riscos de rasgar calças ou meias... Fomos dar ao trilho onde caiu o Fernando Caseiro na semana passada e percorremo-lo no sentido inverso.

Ao atravessarmos o Alqueidão lembrou-se alguém de fazermos desvio por uns magníficos trilhos que foram dar a Estrada Romana. Só o Rui a percorreu na totalidade. Não estava salgada mas estava algo escorregadia (e e composta muita pedra redonda). Ainda antes de atingirmos a dita estrada histórica e milenar, que andam a reparar agora com brita, o José Cardinhos ficou literalmente com as botas no ar, agarrado aos carrascos para não ir parar um pouco mais abaixo. Riu-se que nem um perdido como e seu costume. E um ciclista com muito boa queda!

Chegados as Fontes ainda fizemos, pela primeira vez, uma outra incursão agora ao centro de uma vinha que começou com uma muito acentuada subida, logo a saída das Fontes, e após o atravessamento da dita fomos parar junto ao restaurante Canário.

Após mais de cinquenta quilómetros e com mil metros de acumulado chegamos exatamente as treze horas ao Parque Radical.

Quando esperávamos uma volta ligeira, por sermos poucos, acabamos por viver uma normal manhã trilheira. E até filme acabamos por ter. Não será tão interessante quanto os últimos mas tem picante, muito picante (abelhas e carrascos...)!

Quinta e domingo próximos haverá mais. E ainda há quem possa ir também na quarta acompanhar os Choubikers.

Alípio Lopes

publicado às 21:00


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Sobre nós

Neste blog um grupo de amigos irão falar das suas vivências tendo como fundo uns passeios de bicicleta. À conquista da natureza, ganhando saúde.

MEO Kanal


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Visitantes = 160.000 +...