Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Curvachia 13 de Abril de 2008: a Rota da Lama

por Trilhos Sem Fim, em 13.04.08
São 9 horas de uma manhã cinzenta com as nuvens a prometerem chuva abundante. A cidade já fervilha com os preparativos de mais uma jornada dedicada ao desporto. Junto ao parque radical de São Romão trocam-se palavras de ocasião, recorda-se o passeio anterior e projecta-se já a viajem da próxima semana, aguardando pela chegada de alguns retardatários do grupo Trilhos Sem Fim. Um grupo de cidadãos partilha o mesmo espaço e reúne-se para visitar as obras do Polis, tendo como anfitriã a presidente da Junta de Freguesia de Leiria.
Finalmente o grupo está completo e mais valioso. A ele se juntaram novos elementos, um dos quais já nosso conhecido aquando da visita a Agodim, o Mathieu.
Entrámos no frondoso bosque, a Curvachia, e logo a subida nos recorda que é necessário mais exercício físico associado a uma alimentação saudável. Os quilos a mais têm que desaparecer.
Com persistência e abnegação vencemos a subida, chegamos ao campo de futebol de Famalicão das Cortes e logo nos precipitámos na descida do Calvário. Cada um já sabia o seu lugar na grelha de descida. Os mais rápidos já iam monte abaixo, enquanto outros escolhiam o melhor lugar para, suavemente e em segurança, cumprir o mesmo objectivo, descer sem acidentes.
Hoje descemos e subimos, parámos e conversámos, comemos o nosso reforço em contacto com a natureza, mas aquilo que mais nos marcou foi a oportunidade única de tomarmos um banho integral de lama, lama muito bem amassada, vermelha, que se colava ao corpo e às máquinas.
Esta lama não era uma lama reles que quase nos destruiu o passeio. Não, esta lama chama-se argila. A argila é provavelmente o mais milagroso dos produtos usados para tratamentos desde tempos remotos. Já Hipócrates, Galeno e Avicena a usavam com resultados surpreendentes. Gandhi recorria à argila e por isso conseguiu suportar todos os maus trata dos do ingleses (esta última é invenção minha). A acreditar em noticias muito recentes, parece que a Ministra da Educação quando vai para as reuniões com os sindicatos, também faz máscara de argila.
Está para ser descoberta a doença que não possa melhorar através de um tratamento com argila. Os iões negativos da argila têm a capacidade de atrair e absorver toxinas provenientes dos iões positivos, reduzindo os níveis de toxicidade e produzindo efeitos antissépticos e cicatrizantes.
Perceberam agora a importância deste passeio, a rota da lama, ou melhor, a rota da argila? Da próxima vez não se queixem. Deviam ter saído das bicicletas e mergulhar profundamente na argila, só assim os vossos miseráveis corpos poderiam ter sido tratados. Reclamaram? Então perderam mais uma oportunidade de ficarem saudáveis.
Pensem na próxima semana e que venham as sugestões.
Está bem, estão desculpados por não terem aproveitado a Rota da Argila.
Rui

 

 

 

publicado às 20:06

No domingo, dia 13 de Abril de 2008, iremos fazer um percurso já nosso conhecido.

Após uma exaustiva reunião de trabalho com alguns elementos do grupo ficou decidido, por unanimidade que o percurso que nos leva ao campo de futebol de Famalicão, descida da Curvachia com passagem pelo gancho apertado à esquerda, seria uma óptima solução.

É claro que o percurso não se esgota no pequeno flash que acabei de introduzir. Haverá um carreirito a descer, perto dos Cardosos , mas o restante é surpresa.

Podem confirmar os almoços em família por volta das 13H30M .

 

Reunião às 9H20M  junto à Direcção Geral de Viação de S. Romão, onde podem deixar as viaturas. Situa-se junto ao parque radical, com entrada nos semáforos da Av. N. Sra. de Fátima.

Um resto de semana cheio de trabalho.

Rui

publicado às 19:33


Sobre nós

Neste blog um grupo de amigos irão falar das suas vivências tendo como fundo uns passeios de bicicleta. À conquista da natureza, ganhando saúde.

MEO Kanal


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Visitantes = 160.000 +...