Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O primeiro passeio de 2009 a 4 de Janeiro

por Trilhos Sem Fim, em 04.01.09

Neste passeio de inicio de ano e ainda influenciados pela nostalgia das festas de Natal e Ano Novo e, nalguns casos, depois de umas curtas férias, não se esperavam grandes novidades.

Saímos do parque radical, subimos até à Barreira, não sem antes percorrer um pequeno carreiro paralelo ao caminho por onde habitualmente passamos, junto à oficina. Chegámos à grande descida da Mourã, agora a exigir mais perícia dos "Trilheiros", uma vez que a humidade das muitas pedras que cobrem o caminho, tornam perigoso este trilho.

Ultrapassada uma pequeníssima e nada aparatosa queda, de não sei quem, optámos por rumar à Golpilheira e subir por estrada até à Barreira. Apesar de ser por estrada, a subida foi do agrado geral, já que os músculos presos de tanta festa e comida, inevitáveis nesta época do ano, precisavam de ser estimulados de forma regular e continuada.

A meio da grande subida saboreámos o reforço alimentar, enquanto admirávamos a excelente vista sobre as localidades próximas, já que o altímetro marcava 234 metros.

Depois foi descer monte abaixo até ao Rio Seco. Rio Seco?

Foram muitas as vezes que já tínhamos atravessado o leito do rio, mas sempre seco. Desta vez, e porque tem sido muita a chuva,  comprovámos porque é que o local se chama Rio, apesar de Seco. As imagens do filme são elucidativas.

Um grupo de adultos resolve percorrer de bicicleta o leito do rio, que desta vez não estava nada seco, e como se não bastasse voltaram atrás e atravessaram novamente.   As bicicletas foram bem lavadas, mas as botas ficaram cheiinhas de água do Rio Seco.

Subimos até ao bosque de carvalho, onde os carreiros fizeram as delicias de todos. Pelo caminho já nosso conhecido, quando regressámos do Cabeço da Maunça,  descemos velozmente até às Fontes. Chegados à nascente do Lis podemos admirar a beleza e a força da natureza, com a água a jorrar debaixo dos nossos pés, dando origem ao Rio Lis.

Afinal um passeio do qual não se esperavam grandes novidades, tornou-se um dos melhores dos últimos tempos.

De regresso a casa ainda restou tempo para visitar o Sérgio, degustar a deliciosa ginja e jogar umas matrecadas. Boas e rápidas melhoras, caro amigo.

Votos de bom trabalho, agora que terminaram as festas.

Rui 

 

publicado às 22:37


Sobre nós

Neste blog um grupo de amigos irão falar das suas vivências tendo como fundo uns passeios de bicicleta. À conquista da natureza, ganhando saúde.

MEO Kanal


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Visitantes = 160.000 +...