Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Trilhos Sem Fim em Estremoz.

por Trilhos Sem Fim, em 05.05.14

Sete foi o número de TSF's que foram de Leiria a Estremoz para o assalto a Serra da Ossa. 5 para os 50 e 2 para os 100. O número de participantes foi de cerca de 1500.

Chegámos na noite de sábado com uma temperatura e humidade que faziam prever uma manhã de domingo muito longe da frescura.

Os clãs do Pedro Santos e do José Cardinhos já lá estavam desde o feriado, o Rui G, o Artur D, o Alipio L e o Nuno C foram na tarde de sábado no laranjinha, a tempo de lauto jantar em casa da Francisca e do Florêncio e o Luís C juntou-se a nós na manhã de domingo, um pouco antes da partida que ocorreu às nove e trinta e cinco.

Os que iam para os 100 queriam ter a oportunidade de "ajudar" o nosso companheiro Endivas na sua aventura nas lides da competição em XCM. Dos três, só o Nuno terminou a prova (e que prova e que empeno!) após mais de seis horas montado (e outras vezes nem por isso...). Os outros foram ambos traídos pelos joelhos.

Todos os que se propuseram vencer os 50 terminaram a prova com mais ou menos galhardia. O Pedro terminou cerca das treze; o Zé e o Rui logo de seguida; o Artur um pouco após as 13.30 e o último de nós antes das 14.00.

A todos estes tempos há a descontar as percas de tempo por solidariedade. O Artur conseguiu com a sua sapiência habitual e o seu mega alicate salvar a corrente do Zé que ficou torcida de tal forma que o teria impedido de terminar quando ao km 18 bateu com o pedal numa pedra e a dita saltou e se torceu. Mais adiante, o Rui, qual bom samaritano, cedeu o único elo rápido que tinha para um companheiro de aventura que nunca havia conhecido antes. Os deuses das bicicletas e da aventura abençoaram-no a ele e a todos nós com um resto de prova onde já só (? !) foram necessárias as pernas e uma boa dose de "querer" para terminar. Não deve deixar-se passar em claro o empurrão, trilho acima, que o Artur deu a um companheiro que, só com uma perna, revelava dificuldades acrescidas numa das paredes que vencemos.

Dizia o Rui, no final desta enorme festa e coça, que há cinquentas e cinquentas e uns muito mais duros que outros. Estes cinquenta (que em boa verdade foram cinquenta e cinco) foram particularmente duros, belos e perfumados. Deslumbrantes paisagens, magníficas flores com os seus característicos odores foram companhia permanente nesta manhã de desafio e aventura.

A organização foi muito boa e apurada (mais ainda se lembrarmos que era só a terceira edição da prova) e preparou-nos vários troços em singles absolutamente maravilhosos. E, melhor, nalgumas destas zonas não bastava descer e controlar a burra: era preciso dar muito ao chinelo!

Pouco depois de o Alípio ter chegado à meta (e recebido uma gostosa medalha de cortiça) chegou o vencedor dos cem kms... Uff. Safou-se o último de nós e por um triz da dobradinha!

Com a recepção vip da família do Zé Cardinhos, uma prova dura mas próximo da perfeição, e a camaradagem deste magnífico fim-de-semana podemos dizer que não há palavras suficientes para o relatar. Daí a razão de não haver lápis azul porque todos reconheceram que descrevê-lo com cento e cinquenta palavras seria impossível! Seria de facto.

Melhor prova disso é que todos disseram querer voltar para o ano. Mas, nessa ocasião, haveremos de levar mais elos rápidos e pelo menos dois tipos de correntes suplentes...

Alípio C.Lopes

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:47

Os TSF em Estremoz

por Trilhos Sem Fim, em 23.04.13

Na procura incessante de bons trilhos e de uma boa manhã de convívio, alguns elementos do grupo foram mostrar os equipamentos lá para os lados da terra natal do Cardinhos, Estremoz.

Na ausência, por enquanto, do relato dessa participação, ficamos com o registo fotográfico, do nosso repórter oficial.

 

NOTA: Já foram adicionadas mais fotos do passeio a Estremoz (em Sábado 27/04/2013).

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:43


Sobre nós

Neste blog um grupo de amigos irão falar das suas vivências tendo como fundo uns passeios de bicicleta. À conquista da natureza, ganhando saúde.

MEO Kanal


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D


Visitantes = 160.000 +...