Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Trilhos Sem Fim com ida a Fátima e raid na Maunça

por Trilhos Sem Fim, em 02.12.18
Em fim de semana marcado pelo termo "Assalto", dez Trilheiros compareceram à hora marcada, para também eles realizarem o assalto a um dos pontos referência do "nosso quintal": A Maúnça.
Ainda que verificada a ausência do Cartógrafo Oficial, a orientação foi igualmente ascendente, por um lado para evitar terrenos mais pesados, por outro para não desvirtuar a dinâmica de subida destes convívios dominicais.
Assim nos encaminhámos animadamente para as Fontes do Lis, onde contemplámos a limpidez da água que já tem alguma abundância, sendo que ainda nos é possível atravessar a nascente. Daqui seguimos pelo caminho de escorregadia pedra até nos encaminharmos em direção à Serra. Neste encalce, fizemos uma paragem técnica para afinar a agulha da bússola, ficando decidido o local a "assaltar". 
Completada a subida até à Maúnça, decidimos que a reposição de açúcares e cafeína seria no delicioso Pastel de Fátima, isto enquanto degustávamos uma edição muito limitada de um divinal néctar, cortesia do RL. Completa a reposição, o nosso aguadeiro de licorosas, teve que regressar, devido a compromissos familiares. 

Sinopse

Trilheiros: 10
Destino: Duplo Assalto à Maúnça, com pastel de Fátima
Distância percorrida: 52km
Subida acumulada: 870m
Aproximações ao solo: 0

Assaltos a pontos elevados: 2
Paragens para degustação de licorosas caseiras: 1 
Precipitação: Nem uma gota!
Nível de prazer, amizade e companheirismo: +++++

Em Fátima, aproveitámos para degustar outra delícia local, o espetacular e rápido sigletrack que temos feito sempre que nos deslocamos a estas paragens.Já de regresso a Leiria e como a ciência e a alta Engenharia também são uma presença assídua nos debates domingueiros, voluntariámo-nos para efetuar uma abordagem  à compatibilidade de carregamentos elétricos rápidos aplicados às bicicletas. Mais tarde sairá o relatório do nosso batalhão de Engenharia.
Como todo o assaltante regressa sempre ao "local do crime", o regresso foi igualmente feito via Maúnça, onde descemos o inclinado estradão, para de seguida nos encaminharmos para a Torre, onde descemos novamente para as Fontes do Lis, via Trilho do Cotovelo, que embora escorregadio, estava, mais uma vez, bastante divertido. Foi unânime que se a vegetação deste trilho fosse limpa, o mesmo seria manifestamente mais impactante (e amedrontador) no que toca à sua descida.
À reposição de electrólitos, hoje apenas compareceu metade do contingente que estava presente à saída.
Nuno G Santos
 

20181202 fatima

Também em MEO Kanal 490904

publicado às 21:37


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Sobre nós

Neste blog um grupo de amigos irão falar das suas vivências tendo como fundo uns passeios de bicicleta. À conquista da natureza, ganhando saúde.

MEO Kanal


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Visitantes = 160.000 +...