Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Trilhos Sem Fim foram à Pia do Urso e choveu

por Trilhos Sem Fim, em 20.10.19

Ia já a noite de sábado avançada quando um certo tipo se pirou dum evento em Lisboa no momento em que José Cid entrou em palco. Não que o fulano não gostasse de assistir ao espetáculo desse prestigiado artista mas sim porque havia que garantir estarem reunidas as condições para que na manhã seguinte pudesse desfrutar duma manhã de btt na companhia daquele grupo de amigos que dá pelo nome de Trilhos Sem Fim.

Domingo de manhã. Oito horas e um minuto. Surpresa geral: Um Leitão publica um post no grupo a dizer que não vem. Medo da chuva! Um Leitão com medo da água! De nada adiantou dizer que arranjávamos um charco para fazer chiqueiro… Menino… Pfff

Reunida que estava uma meia dúzia composta por seis trilheiros (dois sapos incluídos) e chegada que era a hora de partir, avançaram destemidos nas suas inseparáveis montadas.

Em menos de nada ficava para trás o Reguengo do Fétal e para gáudio dos sapos atacámos a subida para a pedreira, avançámos em direção a São Mamede e após deixarmos uma mensagem para a D. Luísa, num ápice estávamos na Pia do Urso!

Chuva? Zero. Nada. Niente! Pelo menos até ao café com pastel de nata onde tem aquele sabor especial, na Pia do Urso!

Iniciámos o regresso descontraidamente quando a chuva decidiu aparecer e em força. Paragem técnica para vestir os impermeáveis e siga a toda a velocidade, talvez na tentativa de ultrapassarmos a chuva.

Julgo que ainda antes da Perulheira, ocorreu um episódio curioso, ao encontrarmos dois companheiros bttistas de Alcanena que, pasmem-se os incautos, tinham vindo para este lado percorrer “trilhos do Trilhos Sem Fim”! Que giro!

É caso para dizer: Cláudio não te baldes a publicar os Tracks J

Descemos “de faca nos dentes”, passámos pela Torre e seguimos rumo às fontes onde o mais jovem Trilheiro chegou com vestígios de ter feito uma aproximação ao solo, mas sem consequências de maior.

Eu bem digo que as pedras só escorregam se as rodas lhes tocarem… pois nunca me escorregaram quando as rodas seguem pelo ar!

Foram cerca de 50 kms de muito boa disposição e companheirismo, com direito a chuva, lama e a alegria de termos mais um Trilheiro em fase avançada da especialização na técnica de “salta pocinhas”. O Cláudio confirma pode confirmar (quando secar).

Falta muito para ser domingo outra vez?

HMalheiro

 

Trilhos Sem Fim foram à Pia do Urso e choveu

publicado às 22:51


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Sobre nós

Neste blog um grupo de amigos irão falar das suas vivências tendo como fundo uns passeios de bicicleta. À conquista da natureza, ganhando saúde.

MEO Kanal


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D


Visitantes = 160.000 +...