Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Incumbiram-me a mim de escrever sobre a nossa última volta de 2017, aceitei com prontidão tal convite, até porque não tinha outra alternativa e porque confesso também me apraz. Por isso entre os preparativos de última hora e o início do próximo ano aqui estou a descrever como foi a nossa última manhã de BTT de 2017. Não podia deixar esta tarefa para amanhã pois é outro ano, e não se deve deixar para o ano que vem, aquilo que podes fazer neste, mas também não o podia fazer sem antes comentar a boa crónica da semana passada, escrita pelo Rui P. e com reportagem do Leonel (vão lá comentar sff, que eles merecem, parece que o texto está ainda como novo!). De consciência tranquila já posso escrever sobre o fenomenal banho com que o são Pedro nos brindou hoje. Nos últimos dias já tinha feito uma análise ao ano BTTista e como não tinha grandes “scores” de Km para mostrar tinha até pensado em gabar-me de não ter caído em 2017 e até talvez nem um banho decente ter apanhado. Mas como diz o sábio povo, até ao lavar dos cestos ainda é vindima, e hoje no último dia do ano, conseguimos apanhar o tal banho que só não foi até às cuecas porque usamos licra, e pelo menos três de nós, eu em particular, posso gabar-me de ter conseguido cair com galhardia e mestria numa descida sem grande dificuldade e à frente do repórter para que ele pudesse registar tudo em vídeo e o nosso editor tivesse o prazer de fazer uma montagem de vídeo como ele gosta, cheia de “replay”.

 

Arrancámos do PR ainda sem chover, e seguimos o GPS de hoje, o Daniel, que nos queria mostrar mais, mas não houve condições meteorológicas, nem de pernas, para acabar a volta por ele planeada. Passámos na terra dele e falámos com os Pais, foi bom, pois assim eles viram que o filho não é o único maluco a andar à chuva e lama. Pagou-nos o café a todos, e hoje éramos muitos, muito obrigado, mas ficou-lhe bem, até talvez até lhe perdoe por me ter levado para caminhos que me mandam ao chão! Ainda sem o azimute virado para Leiria, a chuva começou a intensificar-se e decidimos rumar em direcção a Leiria. Não escapámos a ela, mas como não estava muito frio, até houve quem confessasse ter saudades de um banho assim. Ele há gente para tudo!.

 

À chegada a Leiria, o grupo foi-se dissolvendo e cada um rumando para o banho quente. Os outros terminaram no local habitual, onde hoje, por opção nossa e porque a nossa indumentária já não estava muito decente, bebemos a imperial servida na rua e fomos presenteados mais uma vez pelo Sr. Armando. Bem haja a ele e todos os trilheiros que me fizeram companhia em mais um ano de BTT saudável e bem disposto.

 

Aos companheiros em recuperação, Alípio e Rui Leitão, as melhoras e voltem depressa, deixem-se de histórias que estão mais que bons para pedalar seus mandriolas.

 

Bom ano de 2018 para todos, que se cumpram os vossos objectivos e que pedalemos muitos e bons Km, e sobretudo com prazer e salutar convívio.

 

Fiquem bem, sei que o texto vai longo, mas a melancolia das últimas horas do ano pôs-me a escrever muito. Isso e talvez o não querer levantar-me da cadeira, que estou todo dorido da queda de dei :)

 

Cláudio Costa

20171231

publicado às 16:40


8 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.12.2017 às 23:22

Parabens ao operador de imagem, ao editor pelo bom trabalho efectuado com as imagens, e claro ao redactor pelo excelente texto.
Quanto á queda do Cláudio parece programada para a fotografia, pois um "maluco" como ele que faz descidas complicadíssimas a alta velocidade, vai cair numa descida soft junto ao fotógrafo. Só pode mesmo ser para a foto e para dizer que não ficou em branco durante o ano de 2017.
Não esqueças a Escócia. Um abraço
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.12.2017 às 23:23

O anónimo sou eu o Rogério.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 01.01.2018 às 02:05

Porra! Quem me dera saber cair assim, numa espécie de slow-motion prá fotografia. Quem não soubesse o que dói até diria que foi tudo encenado pelo CC só para lhe sair melhor o texto, que está muito bom, sendo que o anterior está de excepção... como é habitual quando decide escrever e acumular a redacção com a edição.
Sem imagem de perfil

De Rui Gaspar a 02.01.2018 às 11:16

Foi um final de ano de BTT bem conseguido com a descoberta de alguns novos trilhos orientados pelo companheiro Daniel. Excelente relato e óptima reportagem do cameraman . Já estamos em 2018  e vamos continuar a bttar porque faz bem a saúde . Tenho que seguir as sugestões dos companheiros na redução do sal na comida para ter mais força nas pernas, porque o "viagra" da tensão arterial reduz-me a cadência.
Perfil Facebook

De Daniel Rodrigues a 02.01.2018 às 20:00

Bela Manha de Btt


Com direito a tudo, subidas, descidas com e sem queda e uma bela pré-lavagem  para nos todos. A Cronica relata tudo desta manha (Parabéns C.C.), a juntar foto-reportagem e a edição das imagens ( Parabéns A.F. e R.P) para recordar e comprovar o sucedido ;-) com slow-motion e tudo. 
Espero vos ter brindado pela a melhor forma com este trilhos por terra minha. E claro os que ficaram por desbravar no fiquem para trás e tentarei seguirmos para   la futuramente. 
De tudo o resto foi com muito gosto. Cláudio não será necessário cair para eu voltar a pagar café... fica prometido ;-) lol
Que 2018 nos traga muitos mas km e convivo a pedalar  
Sem imagem de perfil

De RUIP a 02.01.2018 às 22:28

Para terminar 0 ano não podia ser melhor.
Guiados pelas cercanias de colmeias, com a mestria do Daniel, percorremos belos trilhos e até fomos abençoados por uma valente carga de água. Já não me lembrava de uma assim.
Claro que a aproximação ao solo, muito bem executada pelo CC, e ainda melhor apanhada pelo AF, foram a cereja no topo do bolo.
Terminámos o ano como o tínhamos começado, com alegria e camaradagem. Que se repita em todo o 2018, sem acidentes.
Até domingo.
Sem imagem de perfil

De José Cardinhos a 02.01.2018 às 22:39

Boa despedida de 2017, teve de tudo sol. quedas, café e um grande banho dado pelo  S-Pedro, há!!! e a preta bebida à porta da cervejaria "Armando", EXCELENTE.
Boa crónica e boas fotos, o realizador também está de parabéns, pois aquela sequência da queda do CC, está demais.
Amigos e companheiros agora que venha o 2018, par continuarmos a betetar.
Um bom ano 2018, com muita saúde.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 07.01.2018 às 18:57

Depois de uma semana em que ansiei pelo dia de BTTar, o amigo Daniel presenteou-nos com um traçado que merece ser repetido, mediante melhores condições, físicas e atmosféricas.
A presente semana foi do mesmo calibre, pelo que só hoje consegui cumprir o meu dever cívico-trilheiro de comentar no blog e respeitar o trabalho e tempo dos nossos repórteres e relatores.
Efetivamente o banho foi "à antiga portuguesa" e mesmo até aos ossos, porque sou dos que não usa "underware".
Um grande obrigado ao Daniel que nos guiou com prazer e ainda teve a amabilidade de pagar o café.
Nuno Gonçalo Santos

Comentar post



Sobre nós

Neste blog um grupo de amigos irão falar das suas vivências tendo como fundo uns passeios de bicicleta. À conquista da natureza, ganhando saúde.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Visitantes =



Últimas voltas

Activities for Trilhos Sem Fim (Cláudio)

arquivo TSF no komoot


Coleção de Single Tracks que adoramos fazer


Países Ciclados

Create your own visited countries map or check out the JavaScript Charts.


Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D