Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Trilhos Sem Fim e a válvula fechada

por Trilhos Sem Fim, em 10.03.19

Numa manhã de bom tempo, a animação no PR estava garantida pela presença de vários e numerosos grupos que ali se concentram para os seus treinos e passeios domingueiros. Cremos estar perante um sinal evidente de que a prática desportiva velocipédica veio para ficar e que está ainda em fase de expansão.

À hora marcada, o "Sim" foi confirmado por 7 Trilheiros, que com a ausência dos principais cartógrafos, entregaram a tarefa de guia ao Dep. de Engenharia e assim o CC resolveu abrir as hostilidades e encaminhar-nos para o "seu quintal".

Sinopse

Trilheiros: 7
Destino: Fátima
Distância percorrida: 46km
Subida acumulada: 915m

Aproximações ao solo: 0

Momentos de degustação de destiladas: 1 

Furos: 3

Nível de prazer, amizade e companheirismo: +++++

Seguimos em direção ascendente até à Curvachia, para fazer o trilho dos Mourões até ao Arrabal e Soutocico - Primeira paragem técnica - Furo do CC, com o detalhe da colocação de CO2 com a válvula fechada. Esta malta das Engenharias está sempre muito adiantada nos processos... ou não! 

Aqui enveredámos pela opção de realizar um sortido de espetaculares trilhos, que nos levaram até ao Vale Maninho. Mais um momento de concílio para avaliar o destino, onde foi votado Chaínça. Aqui registávamos já a interessante marca de 610m D+ em 18km e vários momentos de fuga aos nossos "salta pocinhas" habituais, HM e RL. Foi também tempo de avaliação de dimensão e tonalidade de bananas.

Momento de nova avaliação, agora do local de repasto e a escolha recaiu pelos Pastéis de Fátima. Depois de várias juras de vingança de alguns colegas molhados pelas poças, esta serviu-se em forma de café especial, "servido" pelo amigo João dos Pastéis de Fátima, que aumentou o ritmo cardíaco do HM.

Depois de tanta subida, havia que desfrutar na viagem de regresso. O primeiro destino escolhido foi o trilho do Moleiro, no qual já não estavam presentes o CM e o RP que por motivos pessoais tinham que regressar mais cedo (foi pena porque à hora combinada estávamos despachados), seguiu-se o trilho de pedra em direção às Fontes e depois o trilho que desemboca na nascente do Lis. Como ainda era cedo foi deliberado fazer o trilho da Sra. da Encarnação, contudo o furo no pneu traseiro do CC volta a reabrir (quem tem um pai tem tudo - Apenas os presentes entenderão!) e o RM apresentava também já pouco ar no pneu traseiro, tendo cancelado a intenção de fazer mais uma descida.

A caminho da reposição de eletrólitos, cruzámo-nos com o casal PP e LC e à nossa espera estava o Cartógrafo Oficial, a recuperar de uma mazela. O regresso estará para breve!

Nuno G Santos

 

Trilhos Sem Fim vão a Fátima

publicado às 20:25


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.03.2019 às 09:02

Isto de ter texto pronto quando a lama na bike ainda não teve tempo de secar baralha um tipo!
Mais uma excelente manhã de btt cheia de companheirismo, boa disposição, risota, uma ou outra poça de água, pastel de nata, banana, elixir e até mesmo ciência.
Sim, ciência: Tivemos oportunidade ver com os nossos próprios olhos, o foco dum Engenheiro a aplicar o método experimental para, após apuradíssimos cálculos, constatar que encher um pneu sem abrir a válvula é tramado!
Somos uns sortudos, que é como quem diz que há gente com sorte. E o Cláudio também - Esta é para os presentes 
Perfil Facebook

De Rogério Faustino a 07.05.2019 às 06:57

Boa tarde malta. Será que podem facultar este track? Ha muito que pretendo voltar a passar nesse vale e não me recordo do caminho! Grande abraço e boas pedaladas!

Comentar post



Sobre nós

Neste blog um grupo de amigos irão falar das suas vivências tendo como fundo uns passeios de bicicleta. À conquista da natureza, ganhando saúde.

MEO Kanal


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Visitantes = 160.000 +...