Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Trilhos Sem Fim visitam a nascente do Rio Lena

por Trilhos Sem Fim, em 25.03.18

Com uma convocatória especial, pautada por nuances gastronómicas, à chamada de hoje compareceram apenas 7 trilheiros e 3 convidados especiais, pelo que o discurso de persuasão de véspera não surtiu o efeito desejado em alguns elementos que tardam em nos presentear com a sua companhia, quer em forma de regresso, quer de forma mais regular.

Sinopse

Trilheiros: 7
Convidados Especiais: 3
Destino: Nascente do Rio Lena
Distância percorrida: 45km
Subida acumulada: 755m
Aproximações ao solo: 0
Faxes enviados: 1 (sem confirmação oficial)
Riachos atravessados: 1
Quantidade de chuva: 0 mm
Empenos fortes: 1
Nível de destilação de excessos da véspera: ++++
Nível de beleza natural contemplada: +++++
Nível de amizade e companheirismo: +++++

Como vem sendo apanágio, o destino é definido "in loco" à hora da partida e hoje a opção sugerida e aceite foi a visita às nascentes do Rio Lena e do Rio Alcaide.

Hoje, o Cartógrafo Oficial resolveu recordar os seus tempos de instrução militar e guiou-nos com exigência e mestria até Alcanadas e daí até Alqueidão da Serra e Porto de Mós, onde matámos saudades de alguma pedra, que nesta fase já se encontra mais transitável, no trilho da Cova da Pedreira. Daqui rumámos ao nosso destino definido.

No encalce da primeira nascente a visitar, fomos brindados por um caminho sempre com o Rio Lena à nossa esquerda, onde pudemos usufruir do maravilhoso e quase que terapêutico som da água corrente. Chegados junto à nascente, percorremos um pequeno trilho a pé, que nos permitiu contemplar o fabuloso brotar de água, que resultava de uma suave erupção, que dava aso ao cenário sonoro anteriormente percecionado. Vivemos hoje uma das mais belas fotografias visuais das nossas experiências BTTistas.

Saídos da primeira nascente, era hora de visitar a segunda, a nascente do Rio Alcaide. Num cenário não menos belo, chegámos através de um carreiro repleto de saborosas fontes de Vitamina C. Aqui o caudal era mais fluído e ruidoso. à atenção de alguns elementos (ou de um, em particular), consta que aqui se encontra uma Cache.

Avaliada a cronologia, foi verificado que havia tempo para um café, que hoje, excecionalmente não nos foi servido com a simpatia a que os elementos da tribo velocipédica está habituada. A nossa solidariedade para com as meninas que não estavam a ter um dos seus melhores dias. O nosso conselho foi unânime: Comprem uma bicicleta que terão muito mais momento de alegria nas manhãs domingueiras!

Com a condicionante da hora de chegada, o regresso foi pautado por uma etapa asfáltica e rolante mas nem por isso menos exigente, dado o forte vento que se fazia sentir. Esta situação fracionou o grupo em duas partes, fruto de um diferencial rítmico. Os trilhos foram retomados junto à Mourã, em direção ao Quartel, de onde descemos o trilho até à Guimarota.

A reunificação do grupo deu-se no local habitual de reposição de electrólitos.

Nuno Gonçalo Santos

publicado às 22:45


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Sobre nós

Neste blog um grupo de amigos irão falar das suas vivências tendo como fundo uns passeios de bicicleta. À conquista da natureza, ganhando saúde.

MEO Kanal


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D


Visitantes = 160.000 +...