Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O primeiro domingo de 2021, tinha de começar como mais gostamos, com uma bela manhã de BTT, sem chuva e com frio que chegue, para alguns…

É novo ano, e depois das estatísticas de 2020 já publicadas nas redes sociais, depois de todos nós já termos estabelecidos metas e objectivos mais ambiciosos para 2021 – mesmo que saibamos à partida que jamais os concretizaremos – e nos termos deliciado com os repastos e doces das festividades típicas desta época, algumas bicicletas têm agora que suportar mais alguns quilos.  Há que os queimar e é também para repor o equilibro físico que nos levantamos cedinho para pedalar, e o tal frio, que hoje rondou os 0ºC, que gela as mãos e os pés, mas só de alguns! não demove este grupo de amigos.

Arrancámos em direcção à Sra do Monte, mas sem o destino final ainda decidido, a ideia de ir em direcção às varandas da Sra do Monte e daí apreciar a bela paisagem que esta manhã limpa nos proporcionou foi de imediato bem acolhida pelo grupo. A caminho das nascentes do nosso rio e enquanto o ladeávamos viam-se uns a pedalar com uma mão atrás das costas e outros com as mãos nos sovacos, não percebi porquê, mas segundo ouvi dizer o fresquinho da manhã atravessava as luvas e gelava a ponta dos dedos, só de alguns… subimos até ao topo da nossa serra, e já lá em cima percorremos aqueles carreiritos empedrados e tirámos as fotos da praxe. Decidiu-se ir beber o café para os lados de São Mamede, mas durante o caminho reorientámos o azimute para a Pia do Urso, excelente ideia para começar o ano BTTista. Durante o percurso e já na Pia, alguns BTTistas com que nos cruzámos apreciavam com admiração e ar de inveja, os acessórios carinhosamente apelidados de “flaps”, os tais que me me mantiveram os dedinhos quentinhos durante toda a manhã. O regresso imponha-se rápido, pois às 13h teríamos o recolher obrigatório, salpicámo-nos que nem uns garotos por aquele Vale Maninho abaixo e depois já com o grupo dividido, uns optaram pelo regresso por alcatrão e os restantes descemos a Curvachia num ritmo bastante interessante que nos meteu um sorriso de orelha a orelha.

E assim começou mais um ano, que esperamos seja de bom e saudável BTT, e que todos esperamos nos permita voltar aos bons convívios e com todos os elementos do nosso belo grupo de amigos, que estejamos no princípio do fim desta pandemia e que acabem estas restrições castradoras do salutar convívio.

Quanto aos “flaps”, gostei da experiência e recomendo para as manhãs mais gélidas, a bicicleta pode não ficar tão “elegante” mas o importante é desfrutar do BTT com o máximo conforto!

Cláudio Costa

Varandas da Serra e Pia do Urso com flaps do CC By Trilhos Sem Fim

Tags:

publicado às 19:38


10 comentários

Sem imagem de perfil

De Helder Malheiro a 04.01.2021 às 23:09

A manhã foi excelente, as fotos magníficas, a crónica vê-se a léguas que foi feita por quem não rapou frio nos dedos e o vídeo continua em modo surpresa! 
Fantástico!
Comecar o ano com uma volta bem gira, sem quedas, com pedra, poças e lama à mistura, melhor não poderia ser. Ou melhor, até podia, mas o recolhimento obrigatório não nos deu tempo para descer o Galinheiro. 
Quanto aos Flaps, estupendo acessórios aerodinâmicos, na vanguarda da tecnologia, sobre os quais importa precisar se tem ar condicionado ou se é só chaufagem. 
Amigo Cláudio, a ti ficam-te bem. Como qualquer trapinho ou bike dourada, aliás. 
Quero mais! 
Sem imagem de perfil

De RUI P a 04.01.2021 às 23:45

Que belo passeio para iniciar o ano. Sol e frio, que mesmo com as mãos menos quentes não impediram a diversão.
Os flaps são muito interessantes e, dado que mantêm as mãos quentes, favorecem sempre o relator, que assim se irá manter no ativo durante todo o inverno, crónica após crónica.
Boas fotos e o filme será uma loucura.
Abc 
Sem imagem de perfil

De Cláudio Costa a 04.01.2021 às 23:52

Pensando bem, posso emprestar os flaps 
Sem imagem de perfil

De D'Armindo a 05.01.2021 às 14:35

Se não fosse o tempo que vivemos... em que a partilha física de objetos não é recomendada, sugeria a cedência dos "flaps" ao relator nomeado, a cada semana... ... era ver fazerem fila para escrever... ou não! 
Sem imagem de perfil

De D'Armindo a 05.01.2021 às 14:42

Foi uma ótima manhã!
É bom rever rostos, por a conversa em dia... desfrutar do nosso quintal, com aquilo que nos oferece, ajustado a cada época do ano. 
Seguro que somos uns privilegiados por isso!


Parabéns ao relator pela ótima crónica, e pelas melhorias introduzidas no blog!
Parabéns ao fotografo!
Parabéns por aquilo que virá a ser um excelente vídeo, qualidade de trabalho a que o editor já nos habituou, na continuação daquilo que sempre tem sido. Neste caso precisa de tempo para ser "consolidada", o que nos deixa na expectativa diária de ir espreitando o blog... acho que é estratégico ;)


Votos de boa semana! 
Sem imagem de perfil

De Rogério Monteiro a 06.01.2021 às 16:16

Excelente crónica e edição de imagens.
Amigo Cláudio a temperatura no meu Garmin indicava -2,5º . Tu nem te apercebeste com os "flaps".
Bom ano para toda a familia dos trilhos sem fim.
Sem imagem de perfil

De CMax a 06.01.2021 às 21:17

Companheiros, os -2ºC ultrapassaram-se com o calor humano que se faz sentir a cada Domingo. Volta 5*, texto fabuloso e a companhia espetacular. Excelente forma de começar o ano.
Perfil Facebook

De Rui Gaspar a 08.01.2021 às 15:52

Hoje já posso dizer que os Flaps são recomendados e eu aproveitei a oferta do CC que tinha as mãos a ferver dentro dos flaps e emprestou-me. Também já experimentei no modo airelon e não estorva para cair ,Já estou a comprar uns Flaps/airelons. Faltei no primeiro dia do ano, mas não faltei a 1ª noturna. Não sei como vou enfrentar o frio no próximo domingo, talvez adaptar uns sacos de plástico ao guiador.
Perfil Facebook

De Rui Gaspar a 08.01.2021 às 15:54

Afinal é ailerons para os carros e airelons para as bikes heheheeee, fica a correção.
Sem imagem de perfil

De Helder Malheiro a 08.01.2021 às 16:36

Também há quem lhes chame simplesmente "coisos". 
Resulta sempre!!

Comentar post



Sobre nós

Neste blog um grupo de amigos irão falar das suas vivências tendo como fundo uns passeios de bicicleta. À conquista da natureza, ganhando saúde.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Visitantes =



Últimas voltas

Activities for Trilhos Sem Fim (Cláudio)

arquivo TSF no komoot


Coleção de Single Tracks que adoramos fazer


Países Ciclados

Create your own visited countries map or check out the JavaScript Charts.


Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D